Vitor Rodrigues Seifert, 15º - Analista Judiciário - Área Administrativa (TRT 2)

Já conhece a história de sucesso de Vitor Rodrigues Seifert? Veja mais depoimentos de alunos do TEC!

Inicialmente, gostaria de me apresentar. Sou Vitor, engenheiro mecânico e atualmente técnico do IBGE. Minha vida de concursos começou na faculdade de Engenharia Mecânica, na época em que concursos da Petrobras traziam centenas de vagas. Era um caminho natural para os engenheiros mecânicos tentarem uma vaga na estatal. Ao me graduar em 2015, não fui efetivado na empresa em que estava e resolvi me aventurar pelos concursos. Como os concursos para engenharia estavam escassos, tentei meu primeiro concurso na área jurídica (TRE-Sergipe). Sem muito conhecimento e método de estudo, consegui fazer 70% da prova, ficando em torno da 2000ª posição. No começo de 2015 fui aprovado no concurso do IBGE e iniciei meus estudos para a área fiscal (que é o meu foco). Porém, devido à escassez de concursos na área fiscal, concomitantemente fui me aventurando nos tribunais que foram surgindo. Fiquei no cadastro de reserva no TRT-20 (Sergipe) e TRE-BA, em ambos abaixo da 100ª posição. Nesta época, do TRE-BA, assinei o TEC Concursos, que foi um divisor de águas nos meus estudos. A possibilidade de montar cadernos com as especificidades dos meus estudos e responder centenas de questões todos os dias fez os meus percentuais de acertos subirem de cerca de 80% para acima de 90%, que é o patamar que atualmente é necessário nos tribunais. Com estas mudanças, consegui ficar em 36º para AJAA (Perdi muitas colocações com a redação) e 27º para TJAA no TRF1, além de um 3º lugar como AJAA no TRF5 (Sergipe), ou seja, um grande avanço em questão de poucos meses. Percebi que após a pessoa ter uma certa base teórica, o crescimento só vem com resolução de questões, com a compreensão de como as bancas abordam os assuntos. A jornada nos tribunais foi coroada em Julho deste ano, com uma aprovação dentro das vagas no TRT-2 (São Paulo), que já é mais um degrau na jornada rumo aos Fiscos. Sigo agora estudando novamente para a área fiscal, que está voltando a ter bons editais. No momento deste depoimento, estou retornando da viagem para fazer a prova do ICMS-SC e utilizei o TEC em todos os dias durante a preparação, bem como continuarei utilizando até "aposentar as canetas".
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.