Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.

Francisco Nauber Bernardo Gois, 3º - Auditor de Controle Interno - Tecnologia da Informação - Auditoria (COGE CE)

Já conhece a história de sucesso de Francisco Nauber Bernardo Gois? Veja mais depoimentos de alunos do TEC!

Meu nome é Francisco Nauber Bernardo Gois, sou formado em Ciência da Computação, Cientista de Dados com doutorado em Informática Aplicada, tenho 43 anos e sou de Fortaleza/CE. Iniciei minha trajetória em concursos públicos após alguns anos , percebi as vantagens apresentadas no serviço público que me proporcionariam uma melhor qualidade de vida e a realização dos meus planos pessoais e profissionais. Na maioria dos concursos que realizei trabalhava e estudava. Alguns concursos estava em um único trabalho e em outros trabalhava durante o dia e era professor a noite. Um dos concursos passei enquanto fazia o mestrado, trabalhava e era professor durante a noite. Fui aprovado em cinco concursos. O primeiro concurso que fui aprovado foi no cargo de coordenador censitário do IBGE, em 1999. Era um concurso temporário e foi meu primeiro contato com o serviço público, estava cursando a graduação. Alguns anos depois, passei no concurso do Serviço Federal de Processamento (SERPRO) para o cargo de Analista de Sistemas, onde trabalhei por 14 anos. Durante esse período, passei também em oitavo lugar no concurso do TRF 5 Região para Técnico Judiciário. Não assumi a vaga por está fazendo mestrado. Nos anos seguintes, parei de estudar para concursos para me dedicar e concluir o Doutorado. Em 2018, passei em primeiro lugar no concurso para Professor Adjunto da Universidade Federal do Ceará (UFC), no campus do município de Russas. Em novembro de 2018, decidi voltar a estudar para concursos logo após a publicação do edital da Controladoria Geral do Estado do Ceará (CGE), era uma oportunidade de voltar para casa em Fortaleza, em um novo cargo e com novos desafios. Passei em terceiro lugar para o cargo de Auditor de Controle Interno - Tecnologia da Informação. A sensação de ver meu nome na lista de aprovados foi gratificante. Alguma das aprovações vieram em períodos difíceis da vida e surgiram como novas oportunidades e caminhos a serem seguidos. A tarefa de passar em um concurso da CGE é árdua, estudei com o edital aberto e exigiu maior dedicação. Estava a um bom tempo sem estudar para concursos por conta do doutorado e precisei estudar, inclusive, em datas festivas e fins de semana. Tirei alguns poucos finais de semana para a minha esposa e família, mas sempre tive que estudar, mesmo que por pouco tempo. Tive que aproveitar bem o tempo que sobrava a noite, nas madrugadas e fins de semana para ser aprovado. Confesso que sem o apoio da minha esposa e dos meus pais não teria conquistado essas vitórias. Para o estudo usei bastante videoaulas, livros, cursos em PDF e, principalmente, resoluções de questões da banca do concurso. As videoaulas me apresentavam o conteúdo teórico necessário para o entendimento. Os livros foram base de consulta para os assuntos de maior dificuldade e as questões foram primordiais, com resoluções diárias, simulados e revisões. O TEC Concursos foi fundamental para minha aprovação, sempre uma referência em prover o melhor material de questões e resoluções no Brasil Não tinha um plano de estudo específico montado, o edital era o principal plano de estudo. Seguia cada assunto do edital. Primeiro assistindo as videoaulas e lendo os PDFs, e complementando com uma bateria exaustiva de exercícios. Acredito que o ponto fundamental para quem quer iniciar seus estudos é nunca desistir. Passar em um concurso público nunca é uma tarefa fácil e que pode levar anos de estudo. Mas é fundamental nunca desistir. Hoje particularmente vivemos uma situação de dificuldade devido a não homologação do concurso, após um ano da publicação do resultado. Felizmente, estou partindo para uma excelente oportunidade na Europa para aplicação da uso de Inteligência Artificial na melhoria de vida das pessoas. Mas temos candidatos que deixaram seus empregos para o curso de formação, realizado durante um mês em dias da semana. Finalizando, agradeço a Tec Concursos por toda a preparação e me solidarizo com todos os candidatos aprovados, sabemos que estamos em uma época de pandemia mas a homologação do concurso não gera nenhum custo ao estado e a tudo que os candidatos aprovados querem e ter sua homologaçao reconhecida e uma nomeação com um certo planejamento, estamos a quase dois anos da publicação do edital e até hoje não se publicou nenhuma expectativa de nomeação.

Deixe seu comentário: