Alexandre Salim Saud de Oliveira, 9ª - Fiscal de Tributos (ISS Niterói) e outros

Já conhece a história de sucesso de Alexandre Salim Saud de Oliveira? Veja mais depoimentos de alunos do TEC!

(1) Apresentação
 
Sou Licenciado em Matemática pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro(UNIRIO) e atuo como professor em uma Rede de colégios e cursos bastante importante no RJ. Minha vida acadêmica iniciou muito cedo, quando aos 16 anos ingressei na Universidade Federal Fluminense(UFF) para cursar Engenharia de Telecomunições e após o primeiro período de faculdade decidi mudar para a Universidade Federal do Rio de Janeiro(UFRJ) para cursar Engenharia-Ciclo Básico, já que eu acreditava que após os 4 primeiros períodos me identificaria com algum ramo da engenharia. Tudo ilusão da minha parte, pois hoje sou formado em Matemática e, recentemente, classificado para Fiscal de Tributos/ISS-Niterói.
 
Paralelamente aos estudos na UFRJ, resolvi abrir um Curso Pré-Vestibular junto a um amigo(hoje concurseiro) e outros ex-professores nossos da escola. Após 1 semestre de trabalho árduo nesse curso, recebemos a proposta de um dos principais Cursos preparatórios do Rio de Janeiro para nos tornarmos 1 Filial deles e, com isso, os anos iniciais foram passando e logo me tornei um professor com uma carga horaria infinita de trabalho, sócio de um curso, coordenando alguns projetos e praticamente sem vida.
Obviamente esse não é o foco do depoimento, por isso resumi bastante a minha apresentação para chegar no importante: decidi mudar de vida radicalmente vendendo minhas cotas na sociedade do Colégio/Curso Pré-Vestibular e diminuindo bastante minha carga horária de trabalho para estudar para ser Fiscal.
 
(2) Trajetória de Estudos
 
Inicialmente me aventurei em 2011 a tentar fazer um curso com a parte básica para a Área Fiscal, ainda sem conhecer muito o mundo do concurso público e no auge do meu trabalho como Diretor de Curso Pré-Vestibular, dando, inclusive, infinitas aulas. Não preciso nem dizer que o resultado foi desastroso(rsrsrs)! Faltei muito mais do que fui, chegava atrasado, sempre esbaforido e saindo cedo pra corrigir provas ou preparar algum material para o dia seguinte de trabalho.
 
O tempo passou e no Segundo Semestre de 2013 tomei a decisão de me matricular num Curso Básico presencial para Área Fiscal e dessa vez decidido a levar a sério os estudos ATÉ me tornar um Fiscal, não desistiria por nada que acontecesse no mundo! Efetivamente contabilizo o meu estudo focado para passar a partir de 2014. Fiquei os anos de 2014 e 2015 realmente me preparando em alto nível para conquistar o meu sonho.
 
Basicamente levei o ano de 2014 inteiro fazendo aulas presenciais de todas as disciplinas cobradas na área Fiscal, sempre muito assíduo, sentando na frente na sala de aula, revendo TODO o conteúdo aprendido da disciplina antes de assistir alguma aula e me esforçando para Memorizar tudo que os professores indicavam como algo importante, isto é, o que era muito cobrado pelas bancas. Eu procurava seguir, sempre que possível, um plano de estudo que eu mesmo fazia de acordo com alguns parâmetros: minhas aulas presenciais, importância dada pelas bancas para determinadas matérias, minhas dificuldades e minha disponibilidade.
 
Já em 2015, eu conseguia me sentir muito confiante na teoria de uma forma geral, pois como já relatei acima, me dediquei demais às aulas teóricas buscando sempre ACUMULAR o conhecimento, através de revisões completas da matéria antes de assistir a aula. Por outro lado, percebi que mesmo com tanta segurança no conteúdo ao ponto de conseguir explicar para um colega muitos tópicos da matéria, ainda não conseguia obter um bom desempenho na resolução de questões e foi exatamente nesse momento que percebi que algo estava errado; provavelmente eu estava desperdiçando muito tempo! Vamos raciocinar juntos: um maratonista se prepara como para uma maratona? CORRENDO! Então um concurseiro que vai fazer inúmeras questões no dia do exame precisa se preparar fazendo INFINITAS questões, o MÁXIMO de questões possíveis!
A partir do momento que a minha ficha caiu para a necessidade de resolver o máximo de questões que eu conseguisse fazer, resolvi buscar uma boa Plataforma que me proporcionasse isso, foi aí que me indicaram o TecConcursos e, sem dúvidas, só tenho a agradecer a toda equipe do Tec. Dificilmente vocês verão algum depoimento meu em outro lugar, mas aqui no Tec eu me sinto quase que na obrigação moral de fazer, a minha evolução foi absurdamente grande e impulsionada pelo “L“(Próxima questão aleatória não resolvida do caderno) e “O”(Ler o Comentário do Professor).
 
Meus dias em 2015 basicamente eram:
 
Seg/Ter/Quart: resolver o máximo de questões no Tec durante umas 10hrs líquidas por dia.
Quinta/Sexta: dava aula de matemática pela manhã e o restante do dia dedicava ao Tec durante umas 5hrs líquidas por dia.
Sab/Domingo: procurava assistir aulas presenciais de exercícios, fazer Simulado/Prova Antiga ou resolver mais questões pelo Tec. 
Sábado e Domingo a noite eram momentos que eu costumava tirar para aproveitar com a minha noiva e recompor as energias para a próxima semana pesada de estudos.
 
(3) Planejamento/Plano de Estudo
 
Decidi separar esse assunto em um tópico a parte, já que, na minha opinião, trata-se de um dos principais fatores que levam um concurseiro à aprovação. Falo isso, de fato, por experiência própria, pois acho que errei demais na minha trajetória até a vitória.
Eu iniciei os meus primeiros planos fazendo o famoso Plano Rígido de Estudos, aquele tradicional que boa parte das pessoas que estão lendo isso agora devem estar pensando:
 
14:00/16:00 Direito Tributário
16:00/16:30 Lanchar
16:30/17:30 Matemática Financeira
17:30/19:30 Direito Administrativo
19:30/20:00 Jantar
E por aí vai...
 
Eu cheguei à conclusão de que esse tipo de Plano ajuda, mas possui muitos pontos ruins que passaram a me prejudicar bem mais do que ajudar. Exemplos:
 
1) Se vc pegar um pouco mais de trânsito e chegar atrasado em casa vai começar a estudar depois e ficará nervoso;
2) Se vc tiver algum imprevisto em casa, ficará nervoso;
3) Se algum familiar seu precisar de algo inadiável, ficará nervoso;
4) Se um determinado dia vc não estiver com a menor vontade de estudar Direito Civil, provavelmente vc vai sentar pra estudar e 10min depois vai até a geladeira conferir o que tem dentro e depois com mais 15min vai buscar um café e depois de 10min novamente vai jogar uma água no rosto e quando acabar o seu tempo de estudar Civil ou vc se enganará ou ficará muito nervoso por não ter estudado o que deveria.
 
Conclusão: para não ficar mais nervoso que o esperado, passei a gerar Metas Semanais de Estudo definindo o Número de Horas que eu preciso estudar de cada matéria na Semana X e Número de Questões que eu deveria resolver nessa mesma Semana. Com isso, todo domingo a noite eu analisava se eu tinha conseguido bater a minha Meta daquela semana e já gerava uma nova Meta para a semana seguinte(Tudo feito em Excel).
 
Conforme eu ia estudando ao longo da semana no Tec, eu lançava nessa minha planilha, de tal modo que a cada lançamento ela me informava ainda quantas horas eu precisava estudar da Matéria Y e quantos exercícios eu ainda deveria fazer de cada Matéria. Isso me fez ganhar uma velocidade absurda na resolução de questões, além de ter tudo planilhado. Sei, por exemplo, que na semana do ISS-NIT eu estava conseguindo resolver 120 questões de Direito Tributário da FGV em 2 horas ou que eu resolvia em média 18 questões de Contabilidade Geral por hora, enfim, planilhar nessa caminhada de preparação é fundamental para o seu controle, isso pode fazer muita diferença, inclusive, na Reta Final!
 
(4) Emocional
 
Não há dúvida de que a vida do concurseiro não é nada fácil! O tempo todo nos sentimos pressionados, cansados, com medo de não passar, enfim, ao longo da minha trajetória de estudos certamente vivi vários momentos muito ruins do ponto de vista emocional.
 
Nesse quesito só tenho a agradecer as pessoas mais importantes da minha vida que foram fundamentais para a minha aprovação. Primeiramente vou agradecer minha noiva e, muito em breve, minha esposa que me apoiou e incentivou ao longo desses 2 anos pesadíssimos de estudo, inclusive nos meus piores momentos emocionais, que, obviamente, passava pela minha cabeça jogar a toalha e desistir do concurso, mas ela sempre sabia como reverter essa situação com muito carinho, amor e dedicação. Agradeço também aos meus pais que sempre me apoiaram ao longo da minha vida e, especialmente, na Reta Final do concurso seguraram as pontas para mim em relação a diversas obrigações minhas e me deram todo o suporte necessário, enfim, muito obrigado a toda a minha família e amigos que da maneira que podiam tentavam passar palavras de confiança e apoio!
 
Além da ajuda das pessoas ligadas a mim, eu tentava superar meus momentos de angústia e ansiedade analisando friamente os números na minha Planilha de Controle das Metas Semanais. Eu procurava pensar racionalmente que uma pessoa que estava estudando efetivamente a quantidade de horas líquidas que eu estudava e o número de exercícios que eu resolvia, com certeza estava no caminho certo, que deveria ser questão de tempo para conseguir a aprovação. Lógico que no momento do descontrole não é tão fácil pensar assim, mas eu me forçava a jogar fora os pensamentos intrusivos que só me atrapalhavam usando os números da planilha como forma de convencimento para minha consciência. (Você acabou de ver mais uma vantagem desse método de Plano Dinâmico em Metas Semanais, facilita gerar uma Central para Contabilizar o Total de questões resolvidas e Horas Líquidas estudadas)
 
(5) Conclusão
 
Sei que é um pouco clichê o que vou dizer, mas não quero perder essa oportunidade porque eu realmente acredito no que eu estou escrevendo: se você tiver um bom Plano Dinâmico-Metas Semanais, muita força de vontade para fazer o MÁXIMO de exercícios que puder no Tec, não importa se você é ou não um gênio, você certamente irá conquistar a sua vaga para onde quiser e será apenas uma questão de tempo. Por isso, NUNCA DESISTA!
 
(6) Resultados
 
9º LUGAR – FISCAL DE TRIBUTOS/ISS NITERÓI – 2015 (CLASSIFICADO)
3º LUGAR – ANALISTA LEGISLATIVO ORÇAMENTÁRIO-CMRJ - 2015
35º LUGAR – ANALISTA JUDICIÁRIO/ÁREA ADMINISTRATIVA TRT-3 REGIÃO - 2015
16º LUGAR – AUDITOR FISCAL TRIBUTÁRIO – DUQUE DE CAXIAS - 2015
703º LUGAR – AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL - 2014
 
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.