Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.

Alanna Pereira dos Santos, 4ª - Auxiliar Judiciário - Santarém (TJ PA)

Já conhece a história de sucesso de Alanna Pereira dos Santos? Veja mais depoimentos de alunos do TEC!

1) Quais são as suas aprovações (cargos e colocação)?

 

Cargo de auxiliar administrativo polo Santarém no concurso do Tribunal de justiça, 4 lugar dentro das vagas.

 

2) Qual sua formação e por que decidiu estudar para concursos? Fique à vontade para nos falar de sua história.

 

Eu tenho superior incompleto, ainda curso serviços jurídicos e notariais na unama. Decidi estudar para concursos já tem algum tempo, pois não conseguia gostar de nenhuma faculdade que já passei, (biologia, ed fisica e sistemas de informação-Ufpa e Uepa) não me via trabalhando na iniciativa privada por não sentir prazer e nem vontade, vi o concurso como uma luz para mim e uma segurança financeira e também por querer ser uma pessoa melhor e prestar um excelente serviço nesse meio onde os servidores são tão criticados pelas pessoas no geral.

 

3) Há quanto tempo estuda para concursos? Quantas horas por dia você estudava?

 

Já estudo tem uns 3 a 4 anos, tive momentos de altos e baixos.

 

4) Qual a importância da resolução de questões na sua preparação? Como o Tec te ajudou nessa tarefa?

 

Acredito que consegui finalmente passar quando decidi resolver questões, pois antes não gostava de fazer questão e quando coloquei na minha cabeça que isso era importante assinei o Tec Concursos e fiquei viciada em resolver questão. Nunca fui de contar as horas que estudava, pois como sofro de ansiedade se eu fosse bem num dia e no outro não já me frustrava, então eu estudava o dia todo enquanto tivesse disposição e me sentisse bem e, o concurso do TJ foi especial porque eu realmente estudava feliz e  com muita esperança porque a possibilidade de passar nele foi um dos motivos que me ajudou a melhorar da Depressão e claro com o tratamento adequado.

 

5) Recado aos demais concurseiros e considerações finais.

 

O que posso dizer é para não desistir nunca porque a nossa hora sempre chega e a minha chegou, se a minha chegou a de qualquer pessoa que luta chega também, digo isso porque eu realmente pensei que nunca ia conseguir passar que a minha vida ia ser sempre essa de tentar tentar e ser reprovada  até entrar em depressão por vários motivos inclusive esse. E também acreditar que somos capazes, quando a gente pega o edital e vê aquela quantidade  de matéria acha que aquilo nunca vai entrar na nossa cabeça, mas entra sim, ah e claro sem esquecer de resolver questão, e é super normal errar um monte e se frustrar no inicio mas depois se não desistir só vem os acertos e poucos erros...

Deixe seu comentário: