Uma nova proposta no estudo de Economia

por Vicente Camillo em 11/09/2014
Olá pessoal, tudo bem?
 
Bom, primeiramente, gostaria de dizer que escrevo este artigo para todos aqueles que, cedo ou tarde, irão precisar estudar economia para encarar o concurso que tanto desejam.
 
A cada dia que passa, mais e mais concursos pedem as disciplinas de economia em seus editais. E, como todos já devem ter percebido, estudar economia não é como estudar português ou direito, por exemplo.
 
Estudar direito, envolve basicamente compreender 3 questões: a lei, a doutrina aceita pela banca e, para alguns certames, decisões de tribunais superiores. Conhecer este mix torna, invariavelmente, o candidato competitivo nas mais difíceis provas. Aqui no TEC temos ótimos professores capazes de entregar estes conhecimentos: o que dizer do Mestre Cyonil? Com certeza, um dos melhores em todos os sentidos.
 
Mas, estudar economia não é bem assim. Mesmo ter acesso aos melhores materiais, vindo dos melhores professores, e resolver uma infinidade de questões pode não ser suficiente.  Sabe o motivo?
 
Em geral, não estudamos economia como devemos para concursos!
 
É muito comum e prático estudarmos economia para acertamos o máximo possível de questões. Este método pode ser eficiente para alguns certames, mas pode te fazer “cair do cavalo”. Quando a banca cobra algo além do que você “decorou”, já era! A questão parece ter sido elaborada em outra língua.
 
Por isso que pretendo oferecer algo novo, a partir do ensino da matéria de maneira holística, fornecendo desde os princípios de cada teoria, seus pressupostos, a teoria em si, além de adendos matemáticos para os alunos interessados.
 
Nestes anos como professor dos mais variados cursos (presenciais, telepresenciais, virtuais etc.), já percebi o maior problema dos alunos: não compreender os princípios básicos de economia e como as disciplinas da matéria se relacionam. Por exemplo, o aluno que compreende a famosa Lei dos Rendimentos Marginais Decrescentes pode tranquilamente resolver grande parte das questões do tão temido Modelo de Solow, cobrado nas provas mais difíceis de macroeconomia.
 
Eu poderia citar uma infinidade de exemplos neste sentido, mas, vou direto ao assunto. A ideia é oferecer cursos regulares para as principais disciplinas de economia cobradas em concursos juntamente, de forma que elas se relacionem e, através do estudo conjunto, a compreensão do assunto individual e como um todo se torne mais simples. Compreender os princípios e pressupostos que regem a teoria economia te ajudará a resolver questões de macro, micro, finanças públicas etc.
 
Ou seja, o aluno interessado pode adquirir apenas o curso específico que desejar, que estará apto a mandar muito bem na matéria, afinal ele estará aprendendo do princípio ao fim.  Mas, o aluno mais exigente, que deseja compreender além, pode adquirir todos os cursos, pois conseguirá relaciona-los e ter uma dimensão mais global da economia.
 
Neste sentido, gostaria de te convidar a experimentar esta nova sistemática de estudos das disciplinas de economia. Abaixo, seguem os cursos regulares da matéria:
 
 
 
 
 
 
Espero que este artigo e os cursos ajudem na preparação, caminhada e conquista que todos desejam e merecem!
 
Abraços!
 
Vicente Camillo
https://www.facebook.com/vicente.camillo1
vdalvo@hotmail.com
 
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.