Estão de sacanagem???

por Cassius Garcia em 24/06/2015
Salve, salve, pessoal!!
 
Como passaram as últimas semanas? Muito estudo? Que bom!
 
Talvez alguns de vocês lembrem que há uns 2 meses publiquei aqui um texto intitulado Conselho de Amigo. Nele, eu recomendava que não fossem estudados alguns temas da minha matéria. Que bom ver que, quem seguiu esse conselho, poupou um BOCADO de trabalho. Os últimos 6 meses foram especialmente enlouquecedores para nós, concurseiros.De 30 de dezembro até hoje tivemos, se não me falha a memória, as Medidas Provisórias 664, 665, 668 e 676, as leis 13.063, 13.134 (conversão da MP 665), 13.135 (conversão da MP 664) e 13.137 (conversão da MP 668), o Decreto 8.424 e a Lei Complementar 150... além de atos normativos internos que não influenciam diretamente o estudo de vocês, mas que preciso revisar para a elaboração dos meus cursos (Portaria Interministerial 13/2015; IN 77/2015, alterações na IN 971 da RFB).
 
Como resultado, precisarei fazer uma REVISÃO GERAL no meu material teórico... a seguir, repassarei, uma a uma, as questões que já comentei aqui no TEC, para ver se alguma precisa de ajuste nos comentários. Esse é o meu compromisso com vocês. E o compromisso de vocês comigo é (1) estudar  MUITO... quero ver seus nomes nas listas de aprovados dos próximos certames; e (2) sugerir mudanças/melhorias no meu material. Quem acha que algum ponto precisa ser melhor abordado, avise... quem acha que o comentário de alguma questão não está satisfatório, me avise... vocês me encontram no e-mail cassius.prev@gmail.com. A contribuição de vocês é FUNDAMENTAL para meu curso.
 
Obviamente ainda demorarei uns dias para concluir todas as atualizações... depois avisarei, por aqui, quando estiver tudo pronto. Enquanto aguardam, fiquem com minha análise das últimas novidades... Lei 13.135 e MP 676. Cliquem aqui e se divirtam.
 
Um grande abraço. Bons estudos.
Que Deus permaneça conosco.
 
Ah... já me acompanham no facebook? https://www.facebook.com/prof.cassius
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.