DICAS BÁSICAS DE CRASE

por John Carneiro em 02/04/2016
Olá, meus nobres!
 
Preparei uma breve explicação sobre a crase. Espero que curtam!
 
Dicas básicas de crase:
 
A crase é a junção da preposição "a" com o artigo definido feminino "a" (singular) ou "as" (plural). Assim, a + a = à. Vejamos isso na prática com o seguinte exemplo:
 
"Quero ir à escola hoje!"
 
No exemplo acima, ocorre crase devido à junção da preposição "a" exigida pelo verbo ir (quem vai, vai a algum lugar) com o artigo "a" que define o substantivo feminino singular "escola".
 
Dessa forma, basicamente, a crase é a fusão da preposição "a" com o artigo definido feminino "a" (se o substantivo for singular) ou "as" (se o substantivo for plural).
 
Cuidado! Só ocorre crase se houver a fusão de preposição "a" e artigo "a" (ou "as"). Por essa razão, a frase "eu amo a escola" não admite crase! Nela, o "a" destacado é mero artigo que define o substantivo "escola". O verbo adorar não rege preposição. Amamos alguma coisa, e não a alguma coisa!
 
Bizu: na dúvida, troque a palavra feminina por uma masculina. Se na substituição aparecer "ao" (contração da preposição "a" com o artigo "o"), deve-se empregar a crase! Por exemplo, na frase "Quero ir à escola hoje!", podemos trocar o substantivo feminino "escola" pelo substantivo masculino "colégio":
  • "Quero ir ao colégio hoje!"
Como apareceu a contração da preposição "a" com o artigo "o" (ao), deve-se empregar a crase em "Quero ir à escola hoje!".
 
Muitos professores apresentam os casos obrigatóriosfacultativos proibitivos de crase. No entanto, só o conceito de crase é suficiente para acertar a grande maioria das questões do assunto. "Tá" de brincadeira, professor!!! É seriíssimo, meus amigos! Vejamos três exemplos de emprego incorreto da crase:
 
1. O rapaz estudou Direito visando à se tornar um respeitado delegado de polícia.
 
Há a presença da preposição a, exigida pelo verbo visar. No entanto, não há a presença do artigo definido feminino a!
 
O artigo é o termo que antecede o substantivo. Como a palavra "se" não é substantivo, não pode haver artigo antes dela. Portanto, NÃO ocorre a junção da preposição a com o artigo definido feminino a na redação deste exemplo. O correto seria: "visando a se tornar".
 
2. Passou em primeiro lugar e em pouco tempo se deu à nomeação para a delegacia do bairro de Vila Mariana.
 
Há a presença do artigo feminino a que define o substantivo "nomeação". No entanto, não há verbo que exija a preposição "a".
 
Como não há a junção da preposição "a" com o artigo definido feminino "a", não deve ocorrer crase!
 
3. Ele foi obrigado à pagar o prejuízo.
 
Há a presença da preposição a, exigida pelo nome obrigado. No entanto, não há a presença do artigo definido feminino a!
 
O artigo é o termo que antecede o substantivo. Como a palavra "obrigar" não é substantivo, não pode haver artigo antes dela. Portanto, NÃO ocorre a junção da preposição a com o artigo definido feminino a na redação deste exemplo. O correto seria: "obrigado a pagar".

 
Em breve, publicarei mais dicas.
 
Aquele abraço, guerreiros!
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.