Comentários: Contabilidade de Custos ISS São Luiz

por Renato Valente em 31/07/2018
Olá pessoal
 
Aqui quem fala é o Renato Valente, comentarista nas questões de Contabilidade Geral e de Direito tributário.
 
Continuando com o treino para  ICMS-GO, comentarei as questões de contabilidade de custos que foram cobradas no último fim de semana (29/07/2018) na prova de Auditor Fiscal de Tributos I - Área Abrangência: Geral.
 
 
91. A Cia. Chuva Fina fabrica os produtos A, B e C utilizando um único departamento. Ao analisar a produção ocorrida no mês de abril de 2018, a Cia. obteve as seguintes informações
Os custos indiretos totais incorridos no mês de abril de 2018 foram R$ 200.000,00 e são alocados aos produtos em função da
quantidade de horas de mão de obra direta total utilizada, tendo em vista que a Cia. Chuva Fina utiliza o método de custeio por absorção. Com base nessas informações e sabendo que não havia estoques iniciais e finais de produtos em processo, os custos unitários de produção do mês de abril de 2018 para os produtos A, B e C foram, respectivamente, em reais,
(A) 283,33; 366,67 e 416,67
(B) 290,00; 340,00 e 390,00
(C) 250,00; 300,00 e 350,00
(D) 300,00; 350,00 e 400,00
(E) 290,00; 364,00 e 406,00
 
Resolução:
 
Primeiro passo é ratear os custos indiretos, com base, segundo a questão, na quantidade de horas da MOD. Sendo assim:
{\mbox{200.000} \over \mbox{2.000+1.600+1.400}} = \mbox{40}
 
Prod. A: (40 x 2.000) = 80.000/ 2.000 unidades = 40 + 100 + 150 = 290
Prod. B: (40 x 1.600) = 64.000/ 1.000 unidades = 64 + 200 + 100 = 364
Prod. C: (40 x 1.400) = 56.000/ 1.000 unidades = 56 + 300 + 50 = 406
 
Gabarito Letra E
 
 
92. Determinada indústria incorreu nos seguintes gastos para produzir seu único produto:
  • Custos fixos: R$ 60.000,00
  • Custos variáveis:
  • Matéria-prima: R$ 10,00/unidade
  • Mão de obra direta: R$ 5,00/unidade
  • Despesas fixas: R$ 20.000,00
  • Despesas variáveis: R$ 2,00/unidade
  • Comissões de venda: 3% do preço de venda
  • Informações sobre a venda do produto:
  • Preço de venda: R$ 100,00/unidade
  • Impostos sobre a Venda: 10% da receita de vendas
Se a empresa deseja obter um lucro de R$ 130.000,00 e adota o método de custeio por absorção, o ponto de equilíbrio econômico
é, em unidades,
(A) 2.715
(B) 1.900
(C) 3.000
(D) 2.100
(E) 2.625
 
Resolução:
 
Fórmula do PEE: = {\mbox{Custo e desp. Fixo + Lucro} \over \mbox{Preço de venda - Custo e desp. variável}}
 
Custos e despesas variáveis:
Matéria prima 10
Mao de obra direta 5
Despesas variáveis 2
Comissões sobre vendas (3%) 3
Impostos sobre vendas (10%) 10
(=) Custos e despesas variáveis 30
 
\mbox{PEE} = {\mbox{60.000 + 20.000 + 130.000} \over \mbox{100 - 30}} = \mbox{3.000 unidades}
 
Gabarito Letra C
 
 
93. A Cia. Porosa fabrica quatro produtos (X, Y, Z e W) e as informações referentes a cada um deles estão apresentadas a seguir (Valores em reais):
Os custos fixos são comuns aos quatro produtos e alocados com base nos volumes produzidos. As despesas fixas são alocadas em função das despesas variáveis unitárias. Sabendo que a empresa tem recursos limitados para investir em propaganda e que o objetivo é a maximização do lucro, a ordem de prioridade em que os produtos devem ter sua venda incentivada é
(A) Y, X, Z e W.
(B) X, Y, W e Z.
(C) W, X, Z e Y.
(D) Y, W, X e Z.
(E) W, Y, Z e X.
 
Resolução:
 
Como a prioridade é maximizar o lucro, devemos incentivar os produtos cujas margens de contribuição unitária sejam maiores. Dito isto, vejamos cada produto:
 
MCU = Preço de venda - custos e despesas variáveis unitários
 
X: 100 - 26 - 9 = 65
Y: 100 - 30 - 3 = 67
Z: 100 - 28 - 6 = 66
W: 100 - 20 - 12 = 68
 
Assim, com base nas MCU acima, a ordem a ser incentivada é: W, Y, Z e X.
 
Gabarito Letra E
 
 
94. A Cia. das Peças, ao analisar o desempenho operacional de seu setor produtivo, obteve as seguintes informações sobre a
matéria-prima utilizada na fabricação de determinado produto:
Com base nessas informações, a variação
(A) do preço da matéria-prima por unidade foi R$ 2,10 favorável.
(B) do preço da matéria-prima por unidade foi R$ 2,00 favorável.
(C) da quantidade de matéria-prima por unidade foi R$ 1,00 favorável.
(D) do preço da matéria-prima por unidade foi R$ 1,00 favorável.
(E) da quantidade de matéria-prima por unidade foi R$ 0,90 desfavorável.
 
Resolução:
 
Trata-se de uma questão de custo padrão
 
Questão fornece várias informações, mas se aplicarmos a tabela abaixo, conseguiremos resolver facilmente esse tipo de questão. Vejamos:
Variação do preço da MP: (9 - 10) x 2 = - 2 favorável
Variação da quantidade da MP: (2,1 - 2) x 10 = 1 desfavorável
 
 
Gabarito Letra B
 
 
95. Considere as seguintes informações sobre os dois produtos fabricados pela Cia. Especializada
A Cia. Especializada só consegue comprar 1.700 unidades de material especial por semana para a fabricação dos dois
produtos. Considerando o objetivo de maximizar o lucro, a Cia. deve produzir e vender as seguintes quantidades semanais do produto Especial 1 e do Especial 2, respectivamente,
(A) 100 e 150
(B) 0 e 200
(C) 20 e 200
(D) 100 e 200
(E) 0 e 212
 
Resolução:
 
Trata-se de uma questão que aborda a utilização da margem de contribuição com restrição.
 
A restrição é quantidade de material, vejamos:
Especial 1: 10/ 5 unidades = R$ 2
Especial 2: 12/ 8 unidades = R$ 1,5
 
Assim, essa empresa deve incentivar o produto especial 1.
 
Como a demanda é limitada a 100 unidades semanais, essa empresa utilizará 500 unidades de matéria prima especial no produto 1. O restante (1.200) irá para a produção do produto 2 (150 unidades de produto 2 = 1.200/ 8).
 
Gabarito Letra A
 
 
 
Por enquanto é isso. Grande abraço a todos e bons estudos
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.