Reta Final Auditor/Analista TCE PE (Cespe)

por Marco Diniz em 13/08/2017
Olá futuro servidor do TCE - PE. wink
 
 
Trago aqui uma revisão de contabilidade geral. Como a banca responsável será o CESPE, selecionei algumas questões teóricas e ERRADAS para você ficar ligado nas pegadinhas da banca. 
 
Dei preferência por questões recentes e aplicadas em concursos para Tribunais de Contas. Fiz também algumas adaptações para aumentar a quantidade de itens errados. 
 
A prova de auditor está prevista para 17/09/17 e analista 24/09/17.
 
A ideia é reforçar a parte teórica focado na banca CESPE.
 
Observação: todas as questões foram coletadas na base de cadastro do TEC CONCURSOS.
 
Vamos lá!!
 
 


 
 
1) CESPE - ACE (TCE-ES)/TCE-ES/Ciências Contábeis/2012
 
Com relação ao ambiente em que são realizados os procedimentos contábeis, julgue o item a seguir.
 
Denomina-se passivo a descoberto a situação em que o total de exigibilidades supera o total de bens e direitos, implicando na inexistência de patrimônio líquido.
 
Implica na existência de patrimônio líquido negativo (e não inexistência).
 
 

2) CESPE - Cont (TCE-RO)/TCE-RO/2013
Com relação à estrutura conceitual do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), julgue o item a seguir.
 
No caso de conflito entre a estrutura conceitual e um pronunciamento técnico do CPC, o disposto na estrutura conceitual deve ter prevalência sobre as exigências do pronunciamento técnico.
 
As exigências do Pronunciamento devem prevalecer
 

 
3) CESPE - AUFC/TCU/Controle Externo/Auditoria Governamental/2013
 
De acordo com o pronunciamento conceitual básico (R1), elaborado pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item a seguir.

A característica qualitativa da comparabilidade é obtida quando são usados os mesmos métodos para os mesmos itens, pressupondo-se que as características qualitativas de melhoria tenham sido satisfeitas.
A CONSISTÊNCIA (e não comparabilidade) refere-se ao uso dos mesmos métodos para os mesmos itens.
 
 

 
4) CESPE - Cont (TCE-RO)/TCE-RO/2013
Com relação à estrutura conceitual do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), julgue o item a seguir.
 
O direito de propriedade é condição essencial para que seja configurada a existência de um ativo, o qual surge sempre em decorrência de um direito legal.
 
NÃO é condição essencial.  Assim, por exemplo, um imóvel objeto de arrendamento mercantil será um ativo, caso a entidade controle os benefícios econômicos que são esperados que fluam da propriedade. (Essência sobre a forma).
 

 
5) CESPE - Aud (TCE-PR)/TCE-PR/2016
Com base na normatização contábil brasileira, assinale a opção correta.
 
Essência sobre a forma e prudência são atributos fundamentais da representação contábil fidedigna.
A prudência não é atributo da representação fidedigna por ser inconsistente com a neutralidade.
 

 
6) CESPE - Aud (TCE-PR)/TCE-PR/2016
Com base na normatização contábil brasileira, assinale a opção correta.
 
Na compra a prazo, com juros embutidos, de mercadoria para revenda, os juros devem ser reconhecidos imediatamente no resultado.
 
Inicialmente os juros devem ser reconhecidos em conta redutora do passivo (Exemplo: Encargos Financeiros a Transcorrer). Posteriormente, à medida do tempo transcorrido, será apropriado ao resultado como despesa financeira.
 

 
7) CESPE - Aud (TCE-PR)/TCE-PR/2016
Com base na normatização contábil brasileira, assinale a opção correta.
 
Os créditos concedidos a pessoas ligadas — físicas ou jurídicas — e que não derivem da exploração do objetivo social da entidade serão contabilizados no ativo circulante.
 
Serão contabilizados no ativo realizável a longo prazo, no Ativo Não Circulante. (art. 179 da lei 6.404/76)
 

 
8) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade/2016
De acordo com a Lei n.º 6.404/1976, com o Comitê de Pronunciamentos Contábeis e com a deliberação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) n.º 675/2011, julgue o item a seguir, relativos a princípios, estrutura, procedimentos e normas da contabilidade brasileira.

Os relatórios contábil-financeiros devem demonstrar o valor da entidade que reporta a informação.
 
NÃO são elaborados para se chegar ao valor da entidade que reporta a informação; a rigor, fornecem informações para auxiliar investidores, credores por empréstimo e outros credores, existentes e em potencial, a estimarem o valor da entidade que reporta a informação.
 

 
9) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade/2016
De acordo com a Lei n.º 6.404/1976, com o Comitê de Pronunciamentos Contábeis e com a deliberação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) n.º 675/2011, julgue o item a seguir, relativos a princípios, estrutura, procedimentos e normas da contabilidade brasileira.
 
Um passivo, obrigação presente resultante de eventos passados, é reconhecido como tal, mesmo não sendo provável que uma saída de recursos que incorporem benefícios econômicos seja exigida para liquidar essa obrigação.
 
Um passivo deve ser reconhecido no balanço patrimonial quando for provável que uma saída de recursos detentores de benefícios econômicos seja exigida em liquidação de obrigação presente e o valor pelo qual essa liquidação se dará puder ser mensurado com confiabilidade. 
 

 
10) CESPE - Analista do Ministério Público da União/Apoio Técnico Administrativo/Atuarial/2015
 
Julgue o item seguinte, acerca dos componentes patrimoniais, suas características e contabilização.
 
Um passivo é uma obrigação presente advinda de eventos passados. Sua liquidação resulta, necessariamente, na saída de recursos financeiros capazes de gerar benefícios econômicos.
 
A liquidação de uma obrigação presente pode ocorrer de diversas maneiras, como, por exemplo, por meio de prestação de serviço.
 

 
11) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Contabilidade/2016
Considerando os princípios, teorias e normas contábeis aplicáveis no Brasil, julgue o item subsequente.
 
As demonstrações contábeis destinam-se a atender a grupos específicos de usuários, tais como acionistas, governo e órgãos supervisores e fiscalizadores.
 
Destinam-se a atender usuários em geral, não tendo o propósito de atender finalidade ou necessidade específica de determinados grupos de usuários.
 

 
12) CESPE - AJ TRE MT/TRE MT/Administrativa/Contabilidade/2015
Com relação a valor justo, assinale a opção correta.
 
O critério para definição do valor justo de um terreno é o menor valor entre os melhores usos possíveis para esse terreno.
 
O melhor uso possível do terreno, nos termos do CPC 46 - Mensuração do valor justo -, seria determinado com base no MAIOR desses valores. 
 

 
13) CESPE - AJ TRE MT/TRE MT/Administrativa/Contabilidade/2015
Com relação a valor justo, assinale a opção correta.
 
O modelo de precificação de opções de Black-Scholes-Merton busca determinar o valor justo de uma opção por meio de uma abordagem de custo.
 
O modelo de precificação de opções de Black-Scholes-Merton busca determinar o valor justo por meio de uma abordagem de RECEITA.
 

 
14) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014 (Adaptada)
Em determinadas situações, ativos e passivos devem ser mensurados a valor justo, ou seja, pelo preço que seria recebido pela venda de um ativo, ou que seria pago pela transferência de um passivo, em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data da mensuração. Com relação a esse assunto, julgue o item com base no Pronunciamento Técnico CPC 46 — mensuração do valor justo.
 
Quando as informações utilizadas para mensurar o valor justo de um ativo puderem ser classificadas em diferentes níveis da hierarquia desse valor, a mensuração do valor justo será classificada integralmente no mesmo nível da hierarquia de valor justo que a informação de nível mais alto significativo para a mensuração como um todo.
 
O CPC 46 cita que as informações utilizadas para mensurar o valor justo de um ativo ou de um passivo podem ser classificadas em diferentes níveis da hierarquia de valor justo. Nesses casos, a mensuração do valor justo é classificada integralmente no mesmo nível da hierarquia de valor justo que a informação de nível mais BAIXO que for significativa para a mensuração como um todo.
 

 
15) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014 (Adaptada)
Em determinadas situações, ativos e passivos devem ser mensurados a valor justo, ou seja, pelo preço que seria recebido pela venda de um ativo, ou que seria pago pela transferência de um passivo, em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data da mensuração. Com relação a esse assunto, julgue o item com base no Pronunciamento Técnico CPC 46 — mensuração do valor justo.
 
Ao aplicar as técnicas de avaliação para mensurar o valor justo, deve-se maximizar o uso de dados observáveis e de dados não observáveis relevantes.
 
Deve-se maximizar o uso de dados observáveis RELEVANTES e minimizar o uso de dados não observáveis.
 

 
16) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014 (Adaptada)
Em determinadas situações, ativos e passivos devem ser mensurados a valor justo, ou seja, pelo preço que seria recebido pela venda de um ativo, ou que seria pago pela transferência de um passivo, em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data da mensuração. Com relação a esse assunto, julgue o item com base no Pronunciamento Técnico CPC 46 — mensuração do valor justo.
 
Para que o preço de transação entre partes relacionadas seja igual ao valor justo, não é necessário que a entidade tenha evidências de que a transação tenha sido realizada em condições de mercado.
 
Nos termos do item B4(a) do CPC 46, É NECESSÁRIO que a entidade tenha evidências de que a transação tenha sido realizada em condições de mercado.
 

 
17) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014 (Adaptada)
Em determinadas situações, ativos e passivos devem ser mensurados a valor justo, ou seja, pelo preço que seria recebido pela venda de um ativo, ou que seria pago pela transferência de um passivo, em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data da mensuração. Com relação a esse assunto, julgue o item com base no Pronunciamento Técnico CPC 46 — mensuração do valor justo.
 
A mensuração do valor justo de passivo utilizando-se uma técnica de valor presente não pode levar em consideração o prêmio de risco, que normalmente seria pago pela incerteza inerente aos fluxos de caixa.
 
A mensuração do valor justo de ativo ou passivo utilizando uma técnica de valor presente captura na data de mensuração, dentre outros elementos, o preço para suportar a incerteza inerente aos fluxos de caixa (ou seja, prêmio de risco).
 

 
18) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014 (Adaptada)
Em determinadas situações, ativos e passivos devem ser mensurados a valor justo, ou seja, pelo preço que seria recebido pela venda de um ativo, ou que seria pago pela transferência de um passivo, em uma transação não forçada entre participantes do mercado na data da mensuração. Com relação a esse assunto, julgue o item com base no Pronunciamento Técnico CPC 46 — mensuração do valor justo.
 
As informações acerca dos instrumentos financeiros não podem ser observáveis em mercados intermediados, visto que, embora o corretor conheça os preços oferecidos e pedidos pelas respectivas partes, uma parte não tem conhecimento das exigências de preço da outra.
 
Exemplos de mercados nos quais informações podem ser observáveis para alguns ativos e passivos (por exemplo, instrumentos financeiros) incluem os seguintes: mercado bursáteis, mercado de revendedores, mercado intermediado e mercado não intermediado.
 
Portanto, mercado intermediado é exemplo de mercado no qual informações acerca dos instrumentos financeiros PODEM SER OBSERVÁVEIS.
 

 
19) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016
Com base no disposto na Lei n.º 6.404/1976, julgue o item a seguir, relativo aos critérios de avaliação contábil.

O valor justo é o critério contábil a ser aplicado para a avaliação dos direitos classificados no ativo imobilizado.
 
os direitos classificados no ativo imobilizado são avaliados pelo custo de aquisição (art. 183 lei 6.404/76)
 

 
20) CESPE - AJ TRE MT/TRE MT/Administrativa/Contabilidade/2015 (Adaptada)
 
Com relação a valor justo, jugue o item.
 
Pela abordagem de mercado o preço de cotação de um ativo não é o seu valor justo.
 
O preço cotado em mercado ativo oferece a evidência MAIS CONFIÁVEL do valor justo e, salvo algumas exceções, DEVE SER UTILIZADO sem ajuste para mensurar o valor justo sempre que disponível. 
 
Assim, pela abordagem de mercado o preço de cotação de um ativo é o seu valor justo.
 

 
21) CESPE - ACE (TCE-ES)/TCE-ES/Ciências Contábeis/2012 (Adaptada)
Com relação ao ambiente em que são realizados os procedimentos contábeis, julgue o item a seguir.
 
Compreende-se a avaliação pelo valor justo como a mensuração dos passivos pelos valores em caixa ou equivalentes de caixa não descontados necessários à liquidação da obrigação na data de balanço.
 
O item se refere à avaliação pelo custo corrente (e não pelo valor justo)
 

22)CESPE - AJ TRT8/TRT 8/Administrativa/Contabilidade/2016
 
Em relação aos conceitos, à classificação e aos critérios de avaliação dos componentes patrimoniais, assinale a opção correta.
 
Caso uma empresa adquira mercadorias importadas de um fornecedor que exige o pagamento em moeda estrangeira, o valor dessa obrigação no balanço patrimonial da empresa constará em reais de acordo com a taxa cambial da data da operação de compra.
 
A taxa cambial será aquela da data do balanço (art. 184 lei 6.404/76)
 

23) CESPE - AJ TRT8/TRT 8/Administrativa/Contabilidade/2016 (Adaptada)
 
Em relação aos conceitos, à classificação e aos critérios de avaliação dos componentes patrimoniais, assinale a opção correta.
 
As contas a receber são avaliadas pelo valor líquido de realização, isto é, os valores são ajustados pelas perdas estimadas na liquidação dos créditos e, se for o caso, reduzidas a valor justo.
 
De acordo com o Manual FIPECAFI serão ajustadas pelas perdas estimadas na liquidação dos créditos e, quando necessário, reduzidas a VALOR PRESENTE (e não valor justo).
 
 

 
24) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Contabilidade/2016
No que se refere às principais demonstrações contábeis previstas em lei, julgue o item que se segue.

Para a apuração do resultado do exercício e o levantamento da demonstração do resultado, devem-se considerar as receitas — independentemente de seu efetivo recebimento — e a totalidade das despesas e custos — independentemente de já terem gerado receitas.
 
As despesas devem ser reconhecidas na demonstração do resultado com base na associação direta entre elas e os correspondentes itens de receita. 
 

 
25) CESPE - AJ TRE ES/TRE ES/Administrativa/Contabilidade/2011
Julgue o item que se segue, acerca da utilização das técnicas contábeis no registro e controle do patrimônio das entidades.
Se, indevidamente, um contabilista registrar a compra à vista de um automóvel, debitando a conta de veículos em uso e creditando a conta de fornecedores, a única forma possível de corrigir o lançamento errado será efetuar um lançamento de estorno.
 
O lançamento de estorno seria:
D - Fornecedor
C - Veículos
 
O lançamento de transferência seria:
D - Fornecedor
C - Caixa
 
Poderia ser por estorno ou transferência
 

 
26) CESPE - Aud (TCE-RN)/TCE-RN/2015
Com relação aos princípios, às normas, às teorias e às práticas contábeis vigentes, julgue o item que se segue.
 
Em uma empresa que faz controle por inventário permanentemente, a contabilização realizada no ato da compra de mercadorias a prazo, com juros identificáveis e embutidos, gera um fato contábil modificativo.
 
Gera um fato permutativo:
D - Mercadorias (ativo)
D - Juros a transcorrer (retificadora do passivo)
C - Fornecedor (passivo)
 

 
27) CESPE - Aud (TCE-RN)/TCE-RN/2015
Com relação aos princípios, às normas, às teorias e às práticas contábeis vigentes, julgue o item que se segue.
 
Um lançamento contábil é composto por, pelo menos, um débito e um crédito.
 
É composto por, pelo menos:
a) Local e Data de Ocorrência do Evento;
b) Conta(s) Debitada(s);
c) Contas(s) Creditada(s);
d) Histórico do Evento;e
e) Valor da Operação(em moeda).
 

 
28) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Contabilidade/2016
Considerando os princípios, teorias e normas contábeis aplicáveis no Brasil, julgue o item subsequente.
 
Um evento que altera de forma qualitativa, mas não monetária, o patrimônio de uma entidade é um fato administrativo, mas não um fato contábil.
 
Dentre os fatos contábeis, existe o fato permutativo que altera de forma qualitativa o patrimônio. Assim, um evento que altera de forma qualitativa mas não monetária o patrimônio é um fato contábil. (exemplo: compra a prazo de mercadorias, fato permutativo).
 

 
29) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade/2016
De acordo com a Lei n.º 6.404/1976, com o Comitê de Pronunciamentos Contábeis e com a deliberação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) n.º 675/2011, julgue o item a seguir, relativos a princípios, estrutura, procedimentos e normas da contabilidade brasileira.
 
A compra de uma mercadoria à vista, com desconto incondicional, é um fato contábil misto que aumenta o patrimônio da entidade.
 
É um fato permutativo que não altera o patrimônio líquido. Os descontos incondicionais reduzem o preço de venda, ou seja, diminui o custo de aquisição, o que não configura receita.
 
Descontos comerciais ou incondicionais: são concedidos no ato da venda e descritos no corpo da nota fiscal.
 
D - Mercadorias
C - Caixa
 

 
30) CESPE - Aud Gov (CGE PI)/CGE PI/Geral/2015
Julgue o item subsequente, relativo às seguintes contas: caixa; reservas de lucros; fornecedores; aplicações financeiras; duplicatas a receber; encargos financeiros a transcorrer; duplicatas descontadas; imobilizado; capital social; estoques; impostos e contribuições a recolher; empréstimos e financiamentos; receitas financeiras a transcorrer.
 
Se, em uma compra de materiais para estoque, 50% do valor total for pago à vista e o restante for financiado com juros, tem-se um fato contábil misto.
 
Supondo que o valor total da operação seja R$ 100 e os juros R$ 10,00, vamos ver como fica a contabilização:
 
D - estoque  - 100,00 (ativo circulante)
C - disponível - 50,00 (ativo circulante)
C - financiamento - 60,00 (passivo circulante)
D - juros a transcorrer - 10,00 (retificadora do passivo circulante)
 
Perceba que não houve aumento ou diminuição do patrimônio líquido, portanto é um fato permutativo e não misto.
 

 
31) CESPE - AJ TRE ES/TRE ES/Administrativa/Contabilidade/2011
 
Julgue o item que se segue, acerca da utilização das técnicas contábeis no registro e controle do patrimônio das entidades.
No final de um exercício social, o livro diário deve ser encerrado com a especificação do total de débitos e créditos realizados durante o exercício.
 
O demonstrativo que ao final do exercício deve ser encerrado com a especificação de débitos e créditos é o Balancete de Verificação.
 

 
32) CESPE - AJ TRT10/TRT 10/Administrativa/Contabilidade/2013
 
Em relação às contas e à escrituração contábil, julgue o item seguinte.

O balanço patrimonial e o de resultado econômico devem ser lançados no livro razão. Ambos têm de ser assinados por técnico em ciências contábeis legalmente habilitado e pelo empresário ou sociedade empresária.
 
Serão lançados no Diário, e não no razão. (1.184 § 2º código civil).
 

 
33) CESPE - AJ TRE ES/TRE ES/Administrativa/Contabilidade/2011
 
Com referência a conceitos abásicos de contabilidade, julgue o item seguinte.
De acordo com a teoria materialista, as contas denominadas integrais são aquelas representativas de bens, direitos, obrigações e situação líquida das entidades, enquanto as receitas e despesas formam o conjunto de contas denominadas diferenciais.
 
A situação líquida (patrimônio líquido) faz parte das contas diferenciais (e não das contas integrais).
 

 
34) CESPE - ACE (TCE-RO)/TCE-RO/Ciências Contábeis/2013
Com relação aos fatos contábeis e respectivas variações patrimoniais, julgue o item a seguir.
 
Constituição de provisão para devedores duvidosos, reconhecimento de despesas de salários e pagamento antecipado de prêmios de seguros são eventos que alteram o resultado da empresa.
 
O pagamento antecipado de prêmio de seguro representa um direito sendo classificado no ativo.
 

 
35) CESPE - AFCE (TCE-SC)/TCE-SC/Controle Externo/Contabilidade/2016 (Adaptada)
 
No que se refere aos livros de escrituração e às previsões legais relativas às demonstrações contábeis, julgue o item a seguir.
 
Para fins de elaboração da demonstração do resultado do exercício, a despesa é contabilizada por ocasião da transferência dos riscos e benefícios das mercadorias, dos produtos e dos serviços fornecidos pela entidade.
 
A RECEITA DE VENDA é contabilizada por ocasião da transferência dos riscos e benefícios das mercadorias, dos produtos e dos serviços fornecidos pela entidade.
 

 
36) CESPE - Aud Gov (CGE PI)/CGE PI/Geral/2015 (adaptada)
Julgue o item subsequente, relativo às seguintes contas: caixa; reservas de lucros; fornecedores; aplicações financeiras; duplicatas a receber; encargos financeiros a transcorrer; duplicatas descontadas; imobilizado; capital social; estoques; impostos e contribuições a recolher; empréstimos e financiamentos; receitas financeiras a transcorrer.
 
Por ocasião das competências mensais, os saldos das contas “encargos financeiros a transcorrer” e “receitas financeiras a transcorrer” serão reduzidos mediante lançamentos feitos em contas de patrimônio líquido.
 
Serão reduzidos mediante lançamentos feitos em contas de despesas financeiras e de receitas financeiras, respectivamente.
 

 
37) CESPE - AJ TST/TST/Administrativa/Contabilidade/2008
 
Com relação à escrituração em geral, a seus livros e ao sistema de partidas dobradas e balancete de verificação, julgue o item subseqüente.

No caso de uma inversão de lançamento, o balancete continua fechando, e, em qualquer caso, os totais não se alteram.
 
Inversões em contas retificadoras podem alterar os totais.
 

 
38) CESPE - AAPU (TC-DF)/TC-DF/Serviços Técnicos e Administrativos/Orçamento, Gestão Financeira e Controle/2014
 
Julgue o item a seguir, referente a características, conteúdo e forma do balancete e das transações contábeis.
 
Determinadas informações, como saldos invertidos em contas correntes, classificações inadequadas de despesas e receitas, utilizações indevidas de contas contábeis e presença de saldos irrisórios ou residuais, somente podem ser obtidas no balancete contábil, que é um repositório de informações sintéticas.
 
O balancete pode evidenciar em alguns casos saldos invertidos em contas correntes e saldos irrisórios ou residuais, mas não informa classificações inadequadas de despesa e receita e utilizações indevidas de contas contábeis.
 

 
39) Questão 91: CESPE - AJ TST/TST/Administrativa/Contabilidade/2008
 
Com relação às demonstrações financeiras − levantamento, classificação e avaliação −, julgue o item seguinte.
De acordo com a legislação societária, adiantamentos de viagem para tratar dos negócios da empresa, efetuados a diretores, são classificados no ativo realizável a longo prazo.
 
Tais adiantamentos foram para tratar dos negócios da empresa então são ativo circulante.
 

 
40) CESPE - Cont (TCE-RO)/TCE-RO/2013
Com relação aos critérios de avaliação de ativos e seus efeitos no patrimônio de uma companhia aberta, julgue o item a seguir.
 
Sempre que o valor de mercado das matérias-primas mantidas em estoque por uma empresa for inferior ao seu custo de aquisição, o valor contábil dessas matérias-primas sofrerá redução por meio de um crédito em uma conta retificadora de ativo, em contrapartida a um registro a débito na conta ajustes a valor de mercado, que pertence ao patrimônio líquido.
 
A contrapartida será em conta de RESULTADO (e não de patrimônio líquido). Exemplo de lançamento:
 
D - Perdas com Ajuste a valor de mercado (conta de resultado)
C - Provisão para Ajuste a valor de mercado (retificadora do ativo)
 
 

41) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016
 
Julgue o item seguinte, referente aos fatos contábeis e às variações patrimoniais deles decorrentes.
 
As disponibilidades totais sofrerão redução de valor sempre que a entidade utilizar recursos de seu caixa para aplicar em investimentos de liquidez imediata.
 
As contas Caixa e Aplicações de Liquidez Imediata estão inseridas no subgrupo Disponibilidades. Assim, movimentação entre essas contas NÃO altera as Disponibilidades.
 

 
42) CESPE - AUFC/TCU/Controle Externo/Auditoria Governamental/2015
 
Julgue o item que se segue, relativo ao reconhecimento, à mensuração e à evidenciação dos itens patrimoniais e de resultado.
 
O custo das mercadorias vendidas é mensurado e apresentado de forma a demonstrar ao usuário, na DRE, o custo dos produtos acabados e o custo dos produtos em elaboração.
 
O CMV evidencia o custo dos produtos acabados.
 

 
43) CESPE - AJ TRT17/TRT 17/Administrativa/Contabilidade/2013
Julgue o item subsequente, relativo ao controle de estoques e ao tratamento de tributos recuperáveis.

Por uma questão de consistência contábil, se a empresa adota o método PEPS para valoração de um tipo de estoque, ela não poderá utilizar outro critério para valoração de outro tipo de estoque.
 
A entidade deve usar o mesmo critério para todos os estoques que tenham natureza e uso SEMELHANTES. 
Para estoques que tenham outra natureza ou uso, podem justificar-se diferentes critérios de valoração. 
 

 
44) CESPE - ACE (TC-DF)/TC-DF/2014
 
Com relação às contas, aos métodos e às operações contábeis, julgue o item seguinte.
 
O saldo do estoque de mercadoria apurado pelo método da média ponderada móvel deve ser inferior ao apurado pelo método primeiro a entrar, primeiro a sair (PEPS) e superior ao apurado pelo método último a entrar, primeiro a sair (UEPS).
 
Em regra, é justamente isso que acontece narrado no item. Porém, não é uma verdade absoluta pois em uma economia deflacionária a MPM será superior ao PEPS e inferior ao UEPS.
O item afirma que "DEVE SER", e vimos que nem sempre será assim, portanto errado.
 

 
45) CESPE - Cont (TCE-RO)/TCE-RO/2013
 
Julgue o item, relativo a os impactos no patrimônio de uma companhia aberta.
 
Seguros pagos antecipadamente diminuem o resultado da empresa no momento do pagamento, provocando, assim, uma redução concomitante no saldo de uma conta de disponibilidades.
 
No momento do pagamento representam um direito sendo registro no ativo circulante. Serão baixados diminuindo o resultado em momento posterior quando tais despesas forem consideradas incorridas decorrentes da aplicação do princípio da competência.
 

 
46) CESPE - AJ TRE RJ/TRE RJ/Administrativa/Contabilidade/2012 (Adaptada)
 
Com relação aos tipos, às funções e à estrutura das contas contábeis, julgue o item a seguir.

Quando determinada empresa paga uma parcela de seguro relativo a período de cobertura ainda não transcorrido, o valor correspondente à parcela paga pode integrar as contas de resultado do período.
 
Parcela paga de período ainda não transcorrido NÃO pode integrar as contas de resultado do período. Representam direito sendo registrada no ativo circulante.
 

 
47) CESPE - Aud Gov (CGE PI)/CGE PI/Geral/2015 (Adaptada)
 
De acordo com a Lei n.º 6.404/1976, julgue o próximo item, a respeito da elaboração e apresentação das principais demonstrações contábeis.

Os adiantamentos concedidos a sociedades controladas e não ligados à exploração do objeto social da empresa controladora devem ser registrados no ativo circulante da controladora.
 
Devem ser registrados no ativo NÃO circulante da controladora (ART. 179, II, LEI 6.404/76)
 
 

 
48) CESPE - AUFC/TCU/Controle Externo/Auditoria Governamental/2011 (Adaptada)
 
Com respeito à análise das demonstrações contábeis das empresas, julgue o item.
As aplicações destinadas a negociação ou disponíveis para venda, feitas em instrumentos financeiros (inclusive derivativos) e em direitos e títulos de crédito (classificados no ativo circulante ou no realizável a longo prazo), devem ser avaliadas pelo custo corrente.
 
Devem ser avaliadas pelo seu valor justo (também conhecido como fair value), conforme art. 183 da lei 6.404/76.
 

 
49) CESPE - ACE (TC-DF)/TC-DF/2014
 
Com relação à contabilização dos itens patrimoniais e de resultado, bem como aos seus efeitos, julgue o item que se segue.

Os investimentos mantidos por uma entidade em suas coligadas ou controladas e em outras entidades devem ser avaliados pelo método da equivalência patrimonial, com impactos no balanço patrimonial e na demonstração de resultado do exercício.
 
O art. 248 da lei 6.404/76 informa que serão avaliados pelo MEP os investimentos em Coligada, Controlada,  e em outras sociedades que façam parte de um mesmo grupo ou estejam sob controle comum. O item generalizou "em outras sociedades", daí o erro.
 

 
50) CESPE - AUD (TCE-ES)/TCE-ES/2012
 
De acordo com a legislação societária e os pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item a seguir.

A entidade investidora deve, ao avaliar se os potenciais direitos de voto contribuem para a influência significativa ou para o controle da entidade, reexaminar todos os fatos e circunstâncias que possam afetar os direitos potenciais, incluindo-se o que advenha da intenção da administração e da capacidade financeira em exercer ou converter esses direitos.
 
O termo usado no CPC 18 (item 8) é EXCETO e não incluindo-se. A banca trocou "exceto" por "incluindo-se" tornando-o incorreto.
 

 
51) CESPE - AA (TCE-ES)/TCE-ES/Ciências Contábeis/2013
 
Na avaliação e na contabilização de itens patrimoniais e de resultado de investimentos societários no país,
 
se um ágio fundamentado em rentabilidade futura de uma coligada tiver sido reconhecido pela empresa investidora, o valor reconhecido deverá ser amortizado nas avaliações subsequentes.
 
Nesse caso, conforme item 32(a) do CPC 18, a amortização não será permitida.
 

 
52) CESPE - AUD (TCU)/TCU/2007 (Adaptada)
 
Relativamente à apresentação da demonstração do resultado do exercício, julgue os itens a seguir.

Integram o resultado do exercício os dividendos de participações societárias avaliadas pela equivalência patrimonial .
 
As distribuições recebidas da investida (dividendos) reduzem o valor contábil do investimento, isto é, não transitam pelo resultado.
 

 
53) CESPE - ACE (TCE-RO)/TCE-RO/Ciências Contábeis/2013 (Adaptada)
 
De acordo com a Lei n.° 6.404/1976 e com os pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item a seguir.
 
Se a vida útil do ativo intangível for definida, nenhuma amortização deve ser contabilizada.
 
Se for INDEFINIDA, nenhuma amortização deve ser contabilizada.
 

 
54) CESPE - AJ TRT10/TRT 10/Administrativa/Contabilidade/2013 (Adaptada)
 
Com relação às demonstrações contábeis e aos pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item que se segue.

Os gastos incorridos com marcas, títulos de publicações, listas de clientes e outros itens similares gerados internamente só devem ser reconhecidos como ativos intangíveis quando a entidade demonstrar que esses gastos podem gerar benefícios econômicos futuros.
 
Conforme item 63 (do CPC 04), tais gastos NÃO DEVEM ser reconhecidos como ativos intangíveis, AINDA QUE a entidade demonstre que esses gastos possam gerar benefícios econômicos futuros.
 

 
55) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016 (Adaptada)
 
Com base no disposto na Lei n.º 6.404/1976, julgue o item a seguir, relativo aos critérios de avaliação contábil.
 
Os recursos aplicados na aquisição de direitos da propriedade industrial ou comercial estão sujeitos à depreciação, que representa perda de valor dos referidos ativos.
 
Na verdade, estão sujeitos à amortização
 

 
56) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016
 
Julgue o item seguinte, referente aos fatos contábeis e às variações patrimoniais deles decorrentes.

A depreciação contábil impacta negativamente o resultado da empresa e tem como contrapartida o reconhecimento de um passivo no balanço patrimonial.
 
A contrapartida é em conta redutora do ATIVO (e não passivo) que perdeu valor por depreciação. 
 

 
57) CESPE - AUFC/TCU/Controle Externo/Auditoria Governamental/2015
 
Julgue o item que se segue, relativo ao reconhecimento, à mensuração e à evidenciação dos itens patrimoniais e de resultado.
 
Situação hipotética: Ao final de 2014, determinada companhia estimou o valor em uso do seu imobilizado em R$ 2 milhões e o valor líquido de venda em R$ 1,7 milhão. Na mesma data, o valor contábil líquido desse imobilizado era de R$ 1,5 milhão. Assertiva: Nesse caso, a companhia deve fazer um lançamento contábil para redução ao valor recuperável, cujo débito será em conta de resultado, resultando em redução da situação líquida da companhia.
 
O valor em uso é maior que o valor líquido de venda, logo o valor recuperável será 2 milhões (o maior). Comparando o valor contábil com o valor recuperável, percebe-se que o valor contábil (1,5 milhão) é menor. Assim, não há que se fazer redução.
 

 
58) CESPE - ACE (TC-DF)/TC-DF/2014
 
Com relação às contas, aos métodos e às operações contábeis, julgue o item seguinte.
 
O refinanciamento, junto ao poder público, de obrigações tributárias em atraso deve ser registrado no subgrupo de empréstimos e financiamentos.
 
As obrigações tributárias são registradas em subgrupo específico para tributos denominado "Obrigações Fiscais" conforme orienta o Manual FIPECAFI 2010. O fato de ser um refinanciamento não justifica mudança no subgrupo.
 

 
59) CESPE - ACE (TCE-ES)/TCE-ES/Auditoria Governamental/2012
 
Uma empresa, com o objetivo de captar recursos financeiros para ampliação de seu mercado de atuação, apresentou projeto ao Banco Alfa, que, após análise, liberou R$ 1.000.000,00 de empréstimo, que deverá ser quitado em 12 parcelas mensais, a juros nominais de 18% ao ano, capitalizados mensalmente.
 
Considerando essa situação, julgue o item a seguir.
 
Sabendo-se que a classificação dos empréstimos está diretamente ligada ao tempo de utilização dos recursos disponibilizados, é correto afirmar que o empréstimo captado pela empresa é classificado como de longo prazo.
 
Como são 12 parcelas mensais e a classificação está diretamente ligada ao tempo de utilização, então será CURTO PRAZO.
 

 
60) CESPE - AJ TRE RJ/TRE RJ/Administrativa/Contabilidade/2012
 
Com relação aos tipos, às funções e à estrutura das contas contábeis, julgue o item a seguir.

Entre os exemplos de contas que devem ser classificadas no ativo, encontram-se: as contas de bancos conta movimento, adiantamentos a fornecedores e credores por duplicatas.
 
Credores por duplicatas é conta do passivo. Corresponde a dívida contraída mediante aceite de duplicatas na aquisição de mercadorias a prazo. 
 

 
61) CESPE - Aud Gov (CGE PI)/CGE PI/Geral/2015
 
Julgue o item subsequente, relativo às seguintes contas: caixa; reservas de lucros; fornecedores; aplicações financeiras; duplicatas a receber; encargos financeiros a transcorrer; duplicatas descontadas; imobilizado; capital social; estoques; impostos e contribuições a recolher; empréstimos e financiamentos; receitas financeiras a transcorrer.
 
A conta “duplicatas descontadas” representa uma aplicação de recursos.
 
Com a aplicação das Normas Internacionais de Contabilidade ao cenário nacional, passou a ser classificada no Passivo, representando uma ORIGEM de recurso.
 

 
62) CESPE - AJ TRT17/TRT 17/Administrativa/Contabilidade/2013 (Adaptada)
 
Com relação à avaliação de itens patrimoniais e ao levantamento das demonstrações de resultado previstas na legislação societária, julgue o item seguinte.
 
Para fins de aplicação do conceito de custo de transação, o conceito de encargos financeiros é mais amplo que o de despesas financeiras, pois o cálculo dos encargos financeiros inclui, além da soma das despesas financeiras, os custos de transação, prêmios e descontos, mas não inclui ágios.
 
Inclui, além da soma das despesas financeiras, os custos de transação, prêmios, descontos e ÁGIOS (item 03 CPC 08).
 

 
63) CESPE - AFCE (TCE-SC)/TCE-SC/Controle Externo/Contabilidade/2016 (Adaptada)
 
Caixa: R$ 1.000
Refinanciamento de tributos: R$ 300
Juros passivos a transcorrer: R$ 100
Empréstimo curto prazo: R$ 1.000
 
A partir dessas informações, julgue o item a seguir.
 
Essa empresa hipotética não possui dívidas, empréstimos ou financiamentos prefixados.
 
A empresa possui sim empréstimos ou financiamentos prefixados, pois existe a conta "Juros passivos a transcorrer". Caso houvesse empréstimo pós-fixados teríamos também a conta "Variações monetárias passivas". 
 

 
64) CESPE - Cont (TCE-RO)/TCE-RO/2013
 
Julgue o item, relativo a os impactos no patrimônio de uma companhia aberta.
 
Ativos contingentes devem ser reconhecidos na contabilidade sempre que for possível a entrada de benefícios futuros para a empresa. Desse modo, a contrapartida do reconhecimento desses ativos deve ocorrer em uma conta de receita.
 
Ativos contingentes não são reconhecidos nas demonstrações contábeis, uma vez que pode tratar-se de resultado que nunca venha a ser realizado.
 

 
65) CESPE - AJ TRT10/TRT 10/Administrativa/Contabilidade/2013
 
Com relação às demonstrações contábeis e aos pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item que se segue.

Deve-se reconhecer uma provisão para passivo contingente, caso a entidade preveja a necessidade, ainda que remota, de uma saída de recursos que incorporem benefícios econômicos para liquidar determinada obrigação.
 
Deve-se reconhecer uma provisão se for PROVÁVEL (e não remota) a saída de recursos.
 

 
66) CESPE - ACE (TC-DF)/TC-DF/2014
 
Com relação à contabilização dos itens patrimoniais e de resultado, bem como aos seus efeitos, julgue o item que se segue.
 
De acordo com o regime de competência, os custos de transação incorridos na aquisição de ações de emissão própria devem impactar o resultado da entidade no exercício em que for efetuada a transação.
 
Esses custos devem ser tratados como acréscimo do custo de aquisição, NÃO impactando o resultado.
O lançamento é:
D - Ações em tesouraria (redutora do PL)
C - Caixa/Bancos (ativo) 
 

 
67) CESPE - Cont (TCE-RO)/TCE-RO/2013
 
Julgue o item, relativo a os impactos no patrimônio de uma companhia aberta.
 
A reversão de uma reserva para contingências, que ocorre no exercício em que deixem de existir as razões que justificaram sua constituição ou em que se verifique a perda, é um evento que altera o valor do patrimônio líquido da empresa envolvida na transação.
 
A reversão da Reserva NÃO altera o valor do PL porque só envolve contas desse grupo.
Exemplo:
D - Reversão de Reserva para Contingência (conta do PL)
C - Lucros Acumulados (conta transitória do PL)
 

 
68) CESPE - AJ TRT10/TRT 10/Administrativa/Contabilidade/2013
 
Julgue o próximo item de acordo com a legislação vigente.
 
A reserva estatutária deve limitar-se a 10% do lucro líquido e deve ter como finalidade única reter recursos para o financiamento do capital de giro da empresa.
 
Quem define a parcela do lucro líquido a ser destinada a sua constituição, bem como finalidade e limite máximo é o ESTATUTO (art. 194 lei 6.404/76)
 

 
69) CESPE - Cont (TCE-RO)/TCE-RO/2013
 
Com relação às funções e à estrutura das contas que compõem o balanço patrimonial e a demonstração do resultado do exercício, julgue o item que se segue.
 
As reservas de incentivos fiscais, que são reservas de capitais oriundas de doações ou subvenções governamentais para investimentos, devem compor o patrimônio líquido.
 
Reservas de incentivos fiscais são reservas de lucros.
 

 
70) CESPE - AUD (TCU)/TCU/2007
 
Relativamente ao balanço patrimonial e à sua apresentação e composição, julgue os itens que se seguem.

Considere a seguinte situação hipotética.

Uma companhia aberta lançou ações sem valor nominal cujo preço unitário de emissão, destinado à formação do capital, foi de R$ 1.000,00. Devido à alta procura no mercado, essas ações foram postas à venda a R$ 1.200,00.

Nessa situação, essa diferença constitui, inicialmente, reserva de lucros a realizar e poderá ser utilizada, futuramente, para aumento de capital.
 
O excesso é levado a uma conta de RESERVA DE CAPITAL (Ágio na emissão de ações). A reserva de capital pode ser usada para aumento do capital social. 
 

 
71) CESPE - AJ TRE RJ/TRE RJ/Administrativa/Contabilidade/2012
 
Ao final de um exercício financeiro, cabe ao contabilista tomar uma série de providências para demonstrar corretamente a situação patrimonial da entidade com a qual trabalha. Acerca dessa matéria, julgue o item que se segue.

O valor de mercado deve ser o fator determinante dos ajustes de itens do ativo e do passivo cuja contrapartida é lançada à conta de patrimônio líquido, denominada ajustes de avaliação patrimonial.
 
O fator determinante PODE decorrer do valor de mercado ou outra forma de valor justo. O erro está em afirmar que o valor de mercado "deve" ser o fator determinante, visto que existem outras técnicas para se chegar ao valor justo.
Por exemplo, na impossibilidade de se determinar o valor de mercado deve-se demonstrar o provável valor que seria o de mercado por comparação com outros elementos patrimoniais OU utilização de ajuste a valor presente dos valores estimados dos futuros fluxos de caixa vinculados a tais elementos patrimoniais. 
 

 
72)  CESPE - AUFC/TCU/Controle Externo/Auditoria Governamental/2015 (Adaptada)
 
Julgue o item subsecutivo, referente aos principais grupos de usuários das demonstrações contábeis bem como às responsabilidades a elas relacionadas.

Compete ao conselho fiscal examinar as demonstrações financeiras do exercício social e sobre elas opinar, analisar, ao menos semestralmente, o balancete e demais demonstrações financeiras elaborados periodicamente pela companhia e opinar sobre o relatório anual da administração.
 
A análise do balancete e demais demonstrações é TRIMESTRAL, e não semestral.(ART. 163, LEI 6.404/76)
 

 
73) CESPE - AUFC/TCU/Controle Externo/Auditoria Governamental/2011
 
Com respeito à análise das demonstrações contábeis das empresas, julgue o item.
As demonstrações financeiras devem registrar a destinação dos lucros segundo a proposta do conselho fiscal, no pressuposto de sua aprovação pela assembleia-geral.
 
Segundo proposta dos órgãos da administração, e não do conselho fiscal (Art. 176 §3º lei 6.404/76)
 

 
74) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014
 
As entidades devem elaborar, em conformidade com a Lei n.º 11.638/2007, com os princípios de contabilidade e com os pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), demonstrações contábeis para serem divulgadas no final de cada exercício social. Com relação a esse assunto, julgue o item abaixo.
 
Na demonstração das mutações do patrimônio líquido, não são incluídos eventuais ajustes retrospectivos para correção de erros de períodos anteriores.
 
Na DMPL estão representados os ajustes credores e devedores do PL, que derivam de erros ou mudanças de critérios contábeis de exercícios anteriores. 
 

 
75) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014
 
As entidades devem elaborar, em conformidade com a Lei n.º 11.638/2007, com os princípios de contabilidade e com os pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), demonstrações contábeis para serem divulgadas no final de cada exercício social. Com relação a esse assunto, julgue o item abaixo.
 
 As contas que compõem o patrimônio líquido das sociedades anônimas são o capital social, as reservas de capital, os ajustes de avaliação patrimonial, as reservas de reavaliação, as reservas de lucros, as ações em tesouraria e os prejuízos acumulados.
 
O examinador inseriu reservas de reavaliação, porém essas não fazem parte conforme art. 178 § 2º, III, da lei 6.404/76
 

 
76) CESPE - AJ (TJ CE)/TJ CE/Técnico-Administrativa/Ciências Contábeis/2014
 
As entidades devem elaborar, em conformidade com a Lei n.º 11.638/2007, com os princípios de contabilidade e com os pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), demonstrações contábeis para serem divulgadas no final de cada exercício social. Com relação a esse assunto, julgue o item abaixo.
 
Todas as sociedades anônimas devem elaborar a demonstração do valor adicionado.
 
A DVA é obrigatória apenas para as sociedades anônimas abertas.
 

 
77) CESPE - AUD /TCU/2007 (Adaptada)
 
Relativamente ao balanço patrimonial e à sua apresentação e composição, julgue os itens que se seguem.

Os adiantamentos a diretores, por conta da realização de despesas ainda não incorridas, que constituam operações usuais da empresa, devem classificar-se no ativo não circulante.
 
Se fosse longo prazo, a questão teria mencionado no enunciado. Como não falou nada, então é curto prazo, ativo circulante.
 

 
78) CESPE - AJ TRT8/TRT 8/Administrativa/Contabilidade/2016    
 
É correto afirmar que constam da demonstração do resultado do exercício o custo dos produtos vendidos, as receitas financeiras e os tributos correntes a recuperar.
 
Tributos correntes a recuperar é conta do balanço patrimonial, classificada no ativo circulante.
 

 
79) CESPE - AJ TRT8/TRT 8/Administrativa/Contabilidade/2016    
 
É correto afirmar que constam  do balanço patrimonial o caixa e os equivalentes de caixa, os clientes, a provisão para passivo atuarial e o resultado a realizar em operações de hedge.
 
O resultado a realizar em operações de hedge é evidenciado na Demonstração do Resultado Abrangente, como outros resultados abrangentes (item 7, CPC 26)
 

 
80) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016
 
Acerca dos componentes patrimoniais, julgue o item a seguir.
 
A conta fornecedores apresenta saldo de natureza devedora e deve ser classificada no passivo circulante, se o vencimento da obrigação ocorrer no exercício social seguinte, ou no passivo não circulante, se o vencimento da obrigação não ocorrer no exercício seguinte.
 
A conta fornecedores apresenta saldo de natureza credora.
 

 
81) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016 (Adaptada)
 
A respeito da classificação de contas nas demonstrações contábeis, julgue o item que se segue.
 
As participações de caráter permanente em outras sociedades compõem o balanço patrimonial e são classificadas no imobilizado, no ativo não circulante.
 
São classificadas em investimentos, no ativo não circulante, conforme lei 6.404/76.
 

 
82) CESPE - ACE (TC-DF)/TC-DF/2014 (Adaptada)
 
A conta lucro líquido do exercício não integra a demonstração dos lucros e prejuízos acumulados, ao passo que a conta ajustes de instrumentos financeiros integra apenas a demonstração das mutações do patrimônio líquido.
 
O único erro é que a conta lucro líquido do exercício integra a DLPA.
 

 
83) CESPE - Aud (TCE-RN)/TCE-RN/2015
 
A respeito de demonstrações contábeis, julgue o item subsequente.
 
A demonstração de lucros ou prejuízos acumulados deve evidenciar os efeitos das mudanças de critérios contábeis, como acréscimos e reduções do resultado acumulado e os juros sobre o capital próprio e dividendos, como redutoras do resultado.
 
A lei 6.404/76 não faz qualquer menção aos juros sobre capital próprio como item da DLPA. 
 

 
84) CESPE - AFCE (TCE-SC)/TCE-SC/Controle Externo/Contabilidade/2016
 
No que se refere aos livros de escrituração e às previsões legais relativas às demonstrações contábeis, julgue o item a seguir.

Na demonstração de lucros ou prejuízos acumulados de determinado exercício, evidenciam-se os ajustes de exercícios anteriores provocados por fatos subsequentes.
 
Será evidenciado os ajuste de exercícios anteriores que NÃO possam ser atribuídos a fatos subsequentes.
 

 
85) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade/2016 (Adaptada)
 
Com base na legislação societária e nos pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item subsequentes, a respeito das demonstrações contábeis.
 
De acordo com a legislação societária, a demonstração de lucros ou prejuízos acumulados (DLPA) pode ser apresentada como demonstração autônoma, mas não como parte da demonstração de mutações do patrimônio líquido (DMPL).
 
A DLPA pode ser apresentada como demonstração autônoma OU como parte da DMPL.(ART. 186 § 2º Lei 6.404/76) 
 

 
86) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016
 
A respeito da classificação de contas nas demonstrações contábeis, julgue o item que se segue.

A variação cambial decorrente de uma obrigação em moeda estrangeira é apresentada como resultado não operacional na demonstração do resultado do exercício.
 
A variação cambial será receita ou despesa financeira, caso seja variação ativa ou passiva respectivamente. A conta "resultado não operacional" foi extinta com a lei 11.941/09 sendo criada a conta Outras Receitas/Despesas no grupo operacional.
 

87) CESPE - AJ TRE ES/TRE ES/Administrativa/Contabilidade/2011
 
Em relação ao encerramento do exercício social e às normas legais aplicáveis à contabilidade, julgue o próximo item.
Se determinada empresa apresentou lucro no final do exercício, a provisão para o imposto de renda somente deverá ser constituída após o pagamento das participações estatutárias.
 
Na estrutura da DRE, a provisão para IR aparece antes das participações estatutárias. Não há que se falar em constituição somente após pagamento das participações.
 

 
88) CESPE - AJ TRE MT/TRE MT/Administrativa/Contabilidade/2010
 
São exemplos de participações deduzidas na DRE: debêntures, fornecedores, administradores e partes beneficiárias.
 
As participações são, nessa ordem: debêntures, empregados, administradores, partes beneficiárias  e fundos de pensão.
 

 
89) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade/2016 (Adaptada)
 
Com base na legislação societária e nos pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item subsequentes, a respeito das demonstrações contábeis.
 
O modelo de demonstração do resultado do exercício previsto no CPC 26 (Apresentação da Demonstrações Contábeis) inicia-se pela receita bruta, apurando-se a receita líquida a partir das deduções de impostos sobre vendas, devoluções e outras deduções sobre a receita bruta.
 
É no modelo previsto na Lei n.º 6.404/1976 que inicia-se pela receita bruta. Já pelo CPC 26, inicia-se pela receita líquida.
 

 
90) CESPE - AJ TRT8/TRT 8/Administrativa/2013
 
dias número do documento entradas saídas saldo
quantidade preço preço total quantidade preço total quantidade total
2               100 1.000,00
3 52       5 10,00 50,00 95 950,00
3 53       10 10,00 100,00 85 850,00
3 54       10 10,00 100,00 75 750,00
4 NB 455 80 15,00 1.200,00       155 1.950,00
7 55       10 X Y 145 Z
 
Conforme a tabela acima, que representa a movimentação de estoque de item comercializado por determinada empresa, na qual seja adotado o método UEPS (último a entrar, primeiro a sair) para avaliação de seus estoques, os valores de X, Y e Z correspondem, respectivamente, a R$ 10,00, R$ 100,00 e R$ 1.850,00.
 
O preço da última compra foi de 15,00 e como o método é o UEPS, então o valor de X será R$ 15,00.
 
O valor de Y será R$ 150,00 (10 unid. X $ 15,00); o valor de Z será R$ 1.800,00 (1.950,00 - 150,00).
 
Assim, X, Y e Z são respectivamente: 15; 150; 1.800
 

 
91) CESPE - Aud CE (TCE-PA)/TCE-PA/Fiscalização/Ciências Atuariais/2016
 
Acerca dos componentes patrimoniais, julgue o item a seguir.
 
As reservas de capital representam uma aplicação de recursos de caráter permanente.
 
As reservas de capital representam uma origem de recursos.



 
Desde já desejo aos nossos alunos boa sorte na prova ! ;-)
 
Contato: https://www.facebook.com/profile.php?id=100008887144907
 
Forte abraço.yeswink
 
 
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.