Atualidades - prova do MDIC - questões comentadas

por Leandro Signori em 12/02/2014
Olá pessoal,
 
No último domingo foi realizada a prova do MDIC. Foram sete questões de Atualidades na prova de Agente Administrativo. Seguindo o padrão do Cespe, foram questões bem elaboradas, com certo nível de complexidade.
 
As questões de 39 a 42 relacionam-se com o tema do comércio internacional, ou seja, com uma das competências institucionais do MDIC. Segue o nosso comentário dessas questões.
 
Um Abraço,
 
Leandro Signori
 
A Organização Mundial do Comércio (OMC) fechou, em Bali, o primeiro acordo em quase vinte anos e, com isso, evitou que a Europa e os Estados Unidos da América se lançassem apenas em negociações regionais sem a participação dos países emergentes. O entendimento abre caminho para a injeção de 1 trilhão de dólares na economia mundial ao desbloquear processos aduaneiros. Segundo economistas, também deve criar 21 milhões de postos de trabalho. O Estado de S.Paulo, 8/12/2013, capa (com adaptações). Considerando o texto acima e os múltiplos aspectos que ele suscita, julgue os itens seguintes.
 
39 É correto inferir que acordos semelhantes àquele mencionado no texto geram resultado paradoxal: ao mesmo tempo em que estimulam as iniciativas regionais, prenunciam a falência de blocos econômicos, como o MERCOSUL, o NAFTA e a União Europeia.
 
Vejam a contradição da questão, primeiro fala que o acordo fechado pela OMC em Bali estimula iniciativas regionais e segundo que prenuncia a falência de blocos econômicos regionais, como o MERCOSUL, o NAFTA e a União Europeia. Se o acordo estimula iniciativas regionais, não pode levar à falência blocos econômicos existentes e consolidados. O acordo fechado em Bali fomenta e gera estímulos ao comércio mundial. Não traz dificuldades ou obstáculos aos blocos econômicos regionais.
 
Gabarito: Errado
 
40 O comércio internacional é peça-chave na economia globalizada dos dias de hoje, de modo que obstáculos diversos interpostos a sua plena realização trazem, em geral, resultados negativos para os países, especialmente em relação a aspectos econômicos e sociais.
 
O comércio internacional, peça-chave da economia globalizada, nunca foi tão intenso como nos dias atuais. No entanto, o vertiginoso crescimento das trocas nas últimas décadas não significou uma melhoria geral dos aspectos econômicos e sociais para a maioria dos países do mundo. O comércio internacional enfrenta muitos obstáculos como as barreiras tarifárias e não tarifárias e os esquemas protecionistas dos países. As nações pobres e em desenvolvimento são as mais prejudicadas.
 
Gabarito: Certo
 
41 Para os analistas e agentes econômicos, a inexistência de um órgão multilateral que estabeleça normas consensualmente aceitas para regular o comércio global, zelando por sua execução, é a causa principal das desavenças generalizadas que impedem o pleno desenvolvimento dos mercados mundiais.
 
O órgão multilateral existe, é a Organização Mundial do Comércio (OMC). Especialistas indicam o protecionismo ou esquemas protecionistas dos países, como a causa principal que impede um maior desenvolvimento dos mercados mundiais. As nações instituem uma série de mecanismos para protegerem determinados setores pouco competitivos das suas economias. Esses setores seriam fortemente impactados pela concorrência internacional sem a proteção de medidas protecionistas.
 
Gabarito: Errado
 
42 O acordo a que o texto se refere, além de conferir credibilidade à OMC, foi amplamente entendido como expressiva vitória do atual diretor da instituição, o brasileiro Roberto Azevedo
 
Em 2013, o diplomata brasileiro Roberto Azevêdo foi eleito Diretor Geral da OMC. Para chegar ao cargo superou outros oito candidatos em uma eleição disputadíssima. A eleição do diplomata foi uma importante vitória da diplomacia brasileira. A OMC tem como objetivo liberalizar o comércio internacional. A Rodada Doha, iniciada em 2001 e que deveria terminar em 2006, entrou num impasse não resolvido até hoje. Recuperar o papel da OMC é a espinhosa missão de Azêvedo. Sob o seu comando, a OMC alcançou em dezembro de 2013, o primeiro acordo global da história da organização, o que foi entendido como uma expressiva vitória da sua liderança.
 
Gabarito: Certo
 
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.