Atualidades - Os 20 anos do Plano Real

por Leandro Signori em 31/07/2014
Olá pessoal,
 
Todos bem? Firme nos estudos de Atualidades? Tenho certeza que sim.
 
Levanta o dedo aí quem conviveu com a inflação galopante no Brasil? Eu convivi, sei o que é a hiperinflação. Um período da nossa história que felizmente passou e não deixou nenhuma saudade!
 
Pois bem, no dia 1º de julho, fez 20 anos que entrou em vigor o Real, moeda que pôs fim à hiperinflação que assolou a população brasileira nos 15 anos anteriores.
 
No primeiro semestre de 1994, a inflação totalizou 757%, média de 43% ao mês de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Isso mesmo pessoal, média de 43% ao mês! Que diferença em relação aos dias atuais, em que a inflação anual superou o índice de 6% e há muitos temores em relação à escalada da inflação no Brasil. Contudo, com a implantação do Plano Real, a inflação caiu drasticamente, no segundo semestre de 1994, foi de 18,6%, média de 2,9% ao mês.
 
Com o Plano Real, o Governo Federal criou a Unidade Real de Valor (URV). Cada real equivalia a uma URV, que, por sua vez, valia 2.750 cruzeiros reais, moeda em vigor até o dia anterior. Definida como uma quase-moeda, a URV funcionava como uma unidade de troca, que alinhava os preços seguidos de vários zeros em cruzeiros reais a uma média de índices de inflação da época.
 
Em vigor por quatro meses, de março a junho de 1994, a URV, na prática, promoveu a dolarização da economia sem, de fato, abrir mão da moeda nacional. Como cada URV valia um dólar, o real iniciou sua trajetória também cotado a um dólar. O mecanismo uniformizou todos os reajustes de preços, de câmbio e dos salários de maneira desvinculada da moeda vigente, o cruzeiro real, sem a necessidade de congelamentos e de tabelamentos, como nos planos econômicos anteriores.
 
O Plano Real, na verdade, começou a ser pavimentado um ano antes. Em agosto de 1993, o então ministro da Fazenda do governo do presidente Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso, comunicou o corte de três zeros no cruzeiro e o lançamento do cruzeiro real. Naquela ocasião, já estava acertada a criação do real, embora os detalhes do plano só tenham sido anunciados em março do ano seguinte, quando passou a vigorar a URV.
 
O plano foi implementado em duas fases para permitir, sem congelamento de preços, a transição entre o cruzeiro real e o real. A URV uniformizou todos os reajustes de preços, de câmbio e dos salários de maneira desvinculada da moeda vigente, o Cruzeiro Real (CR$). A cada dia, o Banco Central fixava uma taxa de conversão da URV em CR$, com base na média de três índices diários de inflação – os bens e serviços continuavam a ser pagos em CR$, mas passaram a ter referência numa unidade de valor estável.
 
O lançamento do real, em 1º de julho de 1994, deu início à segunda fase do plano. A conversão e os cálculos baseados na URV saíram de cena para a entrada do real. A partir de então, os juros altos e o dólar barato, com câmbio praticamente fixo, passaram a ser os principais instrumentos do governo para controlar a inflação. Em 1999, após a crise da Rússia, o governo adotou modelo em três pilares em vigor até hoje: superávit primário (esforço fiscal), câmbio livre e metas de inflação.
 
Beleza turma! Ninguém vai errar questão sobre esse assunto. wink
 
Aproveito para divulgar o curso de Atualidades para a Polícia Federal - Teoria e Exercícios, totalmente focado na banca Cespe, com 351 questões comentadas. Resolva questões comentadas e confira o curso clicando https://www.tecconcursos.com.br/cursos-direcionados/policia-federal-agente-preedital/atualidades-para-policia-federal. Outro curso que divulgo é o de Atualidades para o TCU - Teoria e Exercícios, também focado na banca CESPE e com mais de 350 questões comentadas. Resolva questões comentadas e confira o curso clicando https://www.tecconcursos.com.br/cursos-direcionados/tcu-tecnico-federal-de-controle-externo-pre-edital/atualidades-para-o-tcu.
 
 
Ótimos estudos!
 
Grande Abraço,
 
Prof. Leandro Signori
 
 
 
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.