Uesglei Santos Silva, 1º (Negro) - Analista Judiciário - Área: Administrativa (TRE-BA) e outros.

Já conhece a história de sucesso de Uesglei Santos Silva? Veja mais depoimentos de alunos do TEC!

1) Quais são as suas aprovações (cargos e colocação)?
 
Técnico Tre-BA, 137º. Técnico UFBA, 19º. Analista Judiciário TRE-BA 9º geral e 1º cota de negro.

2) Qual sua formação e por que decidiu estudar para concursos? Fique à vontade para nos falar de sua história.
 
Sou formado em Fisioterapia com pós graduação em acupuntura. Decide entrar no mundo dos concursos após perceber que não teria uma remuneração justa com Fisioterapia. A partir de então tenho estudado para concurso. Venho no famoso degrau. Primeiro trabalhei na UFBA como técnico, depois no TRE como Técnico e agora estou no mesmo TRE-BA, mas como analista judiciário. Com obejtivo de alcanças novos objetivos, estou cursando direito para galgar cargos jurídicos.

3) Há quanto tempo estuda para concursos? Quantas horas por dia você estudava?
 
Minha história em concurso públicos é longa. Desde de 2010. Mas extremamente inconstante, como de muito concurseiros. Sempre fui movido por editais. Então sempre teve momentos que estudava muito e depois parava.

4) Qual a importância da resolução de questões na sua preparação? Como o Tec te ajudou nessa tarefa?
 
A minha última aprovação ocorreu de forma bem curiosa. Eu estava focado estudando para o concurso do TCE-PE e resolvi fazer a prova do TRE-BA apenas para treinar a redação, pois era a mesma banca e o mesmo tipo. Desta forma não estudei nenhuma matéria específica para o TRE-BA. Meu objetivo com o concurso TRE-BA era apenas a redação. Sempre considerei desafiador passar em concurso para Analista Adm, pois são sempre poucas vagas. Então para o concurso do TCE-PE minha preparação consistiu em 3 meses de muito estudo, em torno de 8 horas por dia, basicamente só fazendo questões e redações. Por isso, o TEC concurso foi fundamental no meu estudo baseado em resoluções de questões.

5) Recado aos demais concurseiros e considerações finais.
 
Aí muitos podem me perguntar, como eu passei para o concurso no TRE-BA estudando exclusivamente para o TCE-PE! Considero que fora decisivos três pilares: método de estudo baseado em questões, quantidade de conhecimento já acumulada e o emocional já que eu não coloquei pressão alguma sobre mim.
 
Na prova do TRE-BA eu usei praticamente metade da prova para fazer a redação(tirei em torno de 97% na nota, só não tirei 100% por uma palavra rasurada e por um erro ortográfico).
 
A outra metade foquei nas questões das matérias comum como, por exemplo Português, Constitucional, Administrativo, AFO. Nas matérias comum, fui muito bem. Nas outras eu fui na média.
 
Então, além de estudar, cuide do seu emocional. Faça sua prova bem tranquilo.
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.