Uma breve reflexão sobre o estudo para concursos em tempos de COVID-19

Por: Jorge Acevedo

Olá, amigos!

Espero que todos estejam bem e respeitando o período de quarentena. #fiqueemcasa

Não escrevo hoje para vocês para falar de direito processual civil ou mesmo sobre como estudar durante essa crise. Escrevo porque tenho visto nas redes sociais a quase totalidade das pessoas/cursos da área dos concursos dizendo para todos aproveitarem a quarentena para estudar e adiantar a matéria, sem nenhuma ressalva. Sei que a intenção é das melhores, mas talvez não seja tão simples assim.

Digo isso porque se trata de um período de ansiedade generalizada. Não é fácil permanecer em isolamento, assim como não é fácil se manter psicologicamente bem com toda essa tensão, preocupação com familiares e notícias ruins.

Isso vale para todas as pessoas. No entanto, quando se trata de concursos públicos, devemos ter uma atenção especial. Sabemos o quanto estudar para concursos é desgastante. Trata-se de uma atividade que, por si só, já gera ansiedade em muitas pessoas.

Pensando nisso, resolvi postar esse texto. Leiam como um conselho de amigo. E ele é: cuidem da saúde mental de vocês – sempre, e agora com mais cuidado. Nunca descartem, aliás, o acompanhamento de um profissional psicólogo.

O tempo não para quando estudamos para concursos e situações adversas, como a atual, podem surgir. Se existe algo que aprendi nos meus anos de estudo foi a não forçá-lo quando não se está bem, qualquer que seja o motivo – seja em razão do término de um relacionamento, seja por conta de um vírus que se espalhou por todo o mundo. É muito melhor arejar a mente e voltar bem aos estudos do que se forçar a estudar sem interrupções, quando se está mal. Afinal, o rendimento não será o mesmo e a ansiedade tende a aumentar.

Assim, tentem analisar a situação de vocês com equilíbrio. Se você não está conseguindo se concentrar, não está rendendo, não force a barra. É totalmente compreensível e há várias pessoas nessa mesma situação. Então, dê um tempo. Um dia, uma semana. É você quem sabe. Depois, quando se sentir melhor, volte. O importante é seguir adiante, pois essa situação vai passar.

E, vejam, não estou falando para não estudarem. Se você está bem, se está conseguindo estudar normalmente, ótimo. Continue. É realmente uma oportunidade para você acumular conhecimento enquanto aguarda o próximo concurso.

Cuidem-se e, acima de tudo, fiquem em casa.

Jorge Acevedo

Oficial de Justiça do Tribunal de Justiça de Alagoas. Foi advogado, atuante nas áreas cível e empresarial. Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco. Especialista em Direito Processual Civil. Aprovado, para o cargo de Analista Judiciário Área Judiciária, nos concursos do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia e do Tribunal de Justiça de Pernambuco. Aprovado, ainda, para o cargo de Defensor Público, no concurso da Defensoria Pública de Pernambuco.