Sobre os simulados

Por: Vítor Menezes

Oi pessoal! Recebemos uma quantidade muito grande de mensagens sobre o simulado, então resolvi fazer esse artigo para passar pelas principais dúvidas.
 
Ressalto que parte delas é respondida pelo próprio regulamento do simulado. Vamos lá!
 
1) Só é possível resolver a prova no dia marcado para a realização do simulado?
 
Sim, a prova está disponível apenas no dia marcado, e você escolhe a hora em que quer fazer. Depois desse dia ela fica aberta para você conferir o gabarito e ver a resolução dos professores, caso seja assinante do Sistema de Questões.
 
Futuramente vamos mudar o sistema para dar a opção de dois dias seguidos de prova – o aluno escolhe o dia que quer fazer (geralmente sábado ou domingo) e inicia a prova na hora em que quiser. Iniciada a prova, o tempo corre sem parar.
 
2) Haverá simulados regulares?
 
Não, não haverá simulados regulares, não nesse formato gratuito. Temos um custo elevado para montar o simulado, tanto custo financeiro direto – remuneração de professores – quanto custo de oportunidade – equipe que poderia estar se dedicando a algum produto do TEC.
 
Por isso nossa pretensão é, após esse simulado piloto, fazer simulados para provas específicas, após lançado o edital. Nós analisaremos caso a caso as situações em que conseguiremos lançar ou não o simulado, e avisaremos com antecedência sobre a data da sua realização.
 
3) Haverá simulado para o concurso XYZ?
 
Quando sair o edital nós analisaremos internamente sobre a possibilidade de lançar. Será visto caso a caso.
 
4) É fornecida a impressão do simulado?
 
Não, neste primeiro momento não é permitida a impressão. Poderemos rever isso no futuro, mas por enquanto não é liberado.
 
5) Se eu optar por divulgar meu nome no ranking, que nome aparece? O nome de cadastro ou o apelido do fórum?
 
Aparece sempre seu nome de cadastro.
 
 
Por enquanto é isso, caso a gente receba perguntas diferentes, vou acrescentando ao artigo, para deixá-lo mais completo.

Vítor Menezes

Sócio-fundador do Tec Concursos. Professor de matemática, matemática financeira, estatística e lógica. Engenheiro eletrônico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Dá aulas em cursos preparatórios para concursos públicos desde 2005. Classificado e aprovado nos concursos de Analista do MPU/2004, Agente e Escrivão da PF/2004, Auditor Fiscal do ICMS/MG/2004, Auditor Fiscal do ICMS/SP 2013 (Agente Fiscal de Rendas), Auditor Federal de Controle Externo do TCU 2006. Exerceu os cargos de Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (período de 2006 a 2019) e Auditor Fiscal da Sefaz/MG (2005 a 2006).