Quando conferir o gabarito?

Por: Vítor Menezes

Recebi de um aluno a seguinte pergunta: qual o melhor momento de se conferir o gabarito da questão? Logo após a resolução? Ou apenas depois de se resolver o caderno completo?

A resposta é: depende!

Cada fase dos estudos tem seu propósito, e em cada uma delas nos comportamos de uma maneira.

Fazendo uma analogia com o futebol:

  • há situações de treino, em que o foco é desenvolver determinada habilidade nos atletas
  • há situações de amistoso, em que já se busca ganhar ritmo de jogo, mas nas quais ainda há também algo de treino, há a possibilidade de se fazerem testes que não ocorreriam em um campeonato normal.
  • há campeonatos de menor relevância, onde o resultado já tem uma importância maior
  • há a copa do mundo, onde tudo o que importa é o resultado

E é claro que todas essas etapas vão se alternando. Entre dois amistosos há vários treinos. Entre dois campeonatos menores pode haver alguns amistosos. Entre duas copas do mundo seguidas ocorrem vários campeonatos.

Assim também, podemos resolver questões com a pretensão de:

  • aprender a matéria, fixar conhecimento e tirar dúvidas (treino)
  • começar a ganhar ritmo de prova, por meio de simulados (seria o análogo do amistoso)
  • nos colocar em situação real de prova, embora ainda não no concurso que almejamos; por exemplo, se visamos o Auditor da Receita Federal, é uma excelente preparação se inscrever em concursos de Fiscal de ISS de pequenas prefeituras (seria o campeonato de menor relevância)
  • prestar o concurso de interesse (seria a copa do mundo)

Partindo desta analogia, fiz o vídeo abaixo, ilustrando como utilizar as questões em algumas destas etapas.

Um abraço e até a próxima!

Vitor (vitor@tecconcursos.com.br)

Vítor Menezes

Sócio-fundador do Tec Concursos. Professor de matemática, matemática financeira, estatística e lógica. Engenheiro eletrônico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Dá aulas em cursos preparatórios para concursos públicos desde 2005. Classificado e aprovado nos concursos de Analista do MPU/2004, Agente e Escrivão da PF/2004, Auditor Fiscal do ICMS/MG/2004, Auditor Fiscal do ICMS/SP 2013 (Agente Fiscal de Rendas), Auditor Federal de Controle Externo do TCU 2006. Exerceu os cargos de Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (período de 2006 a 2019) e Auditor Fiscal da Sefaz/MG (2005 a 2006). Contato: vitor@tecconcursos.com.br