MS Teams para TJSP

Por: Thiago Signoretti

Banner

Olá, pessoal!

Vamos abordar, neste artigo, um novo tema em provas de informática de concursos: MS Teams. . Como é um tema recente há dificuldades tanto para se encontrar materiais teóricos, quanto para se encontrar questões. Pensando nisso, trago um curso completo e, ao seu final, 30 questões inéditas feitas no estilo VUNESP que será a banca do concurso de Escrevente Técnico Judiciário do TJSP.

Ressalto que está aula consta em nosso sistema e usando por lá você tem mais vantagens como uma layout otimizado para estudo e poder grifar e anotar, online, seu material. Além, claro, de ferramentas para controle de seu desempenho e todo o arsenal que a plataforma do Tec oferece.

Se desejar ver nosso guia de estudos completo para este concurso é só clicar AQUI.

CURSO DE TEAMS PARA ESCREVENTE DO TJSP

Antes de começarmos a aula é interessante notar que a presença de tal assunto em editais é bem recente e, por esta razão, não há questões de provas anteriores, ainda, sobre a ferramenta. Creio que a cobrança de tal tema seja uma nova tendência em concursos, pois várias instituições públicas estão usando ferramentas colaborativas e implementando procedimentos de trabalho com a finalidade de executar suas atividades sem a necessidade de presença física em suas repartições, seja pelos próprios servidores, seja pelo público externo.

Neste sentido, pegando o exemplo do concurso para Escrevente Técnico do TJSP 2021, a VUNESP colocou no seu conteúdo programático, na parte de informática, conhecimentos sobre o MS Teams. Além de ser um aplicativo muito bom para organização do trabalho interno do órgão, o Tribunal Paulista suspendeu a realização de audiências presenciais em virtude da pandemia de covid-19 e adotou o programa da Microsoft para a realização de seções remotas (à distância).

1. O que é o MS Teams?

Logo Teams

O Microsoft Teams é um aplicativo para trabalho em equipe, que fornece ferramentas como chats, chamadas, reuniões, edição simultânea de documentos entre outros com o objetivo de aumentar a colaboração e produtividade.

Em outras palavras, indo para uma definição mais prática, é um programa que concentra recursos para você organizar o fluxo de trabalho de sua organização (por meio de equipes e canais), otimizando a comunicação (chats, postagens, reuniões e chamadas) e a rotina (aplicativos de escritório embutidos com possibilidade de edição simultânea dentro do próprio Teams e repositório de arquivos centralizado na nuvem). Enfim, ferramentas que facilitam a integração da equipe. Uma equipe mais integrada fatalmente produzirá melhor.

O MS Teams atua em três frentes:

  • Uso doméstico.
  • Trabalho (de pequenas a grandes corporações).
  • Escola.

O usuário decide isso quando da criação de sua conta no Teams e tal escolha afeta alguns dos recursos oferecidos pela ferramenta:

Versões do Teams

Apesar do foco mais corporativo inerente à ferramenta, o MS Teams pode ser utilizado fora desse ambiente, servindo também para a vida pessoal dos usuários (uso doméstico). A Microsoft diz o seguinte: “O Teams não é mais só para o trabalho. Agora você pode se conectar com sua família e amigos fora do escritório, com novos recursos no Teams para sua vida pessoal, disponíveis no celular e na área de trabalho.“.
De qualquer forma, este curso é focado na versão de trabalho que é a cobrada em concursos.

2. Quais são as versões do MS Teams?

O Teams possui três versões, sendo uma delas gratuita e as outras duas pagas. Vejamos as três opções disponíveis:

Preços do Teams

O que vai variar entre as versões são os recursos e integrações que cada uma oferece. Dentre as principais diferenças entre os planos podemos citar:

  • número de participantes em reuniões e chamadas (100 na versão grátis e 300 nas versões pagas);
  • duração máxima das reuniões (60 minutos na versão grátis e 24 horas nas versões pagas);
  • gravação das reuniões (sendo possível somente na versão paga);
  • armazenamento de arquivos (na versão paga há obviamente maior espaço).
  • recurso de calendário para gestão de reuniões e tarefas.

É interessante notar que algumas dessas diferenças estão momentaneamente suspensas, como é o caso das duas primeiras. A Microsoft justificou da seguinte forma “Para dar suporte aos nossos clientes durante a COVID-19, estendemos esse limite até nova determinação“.

Para quem desejar maiores detalhes sobre as diferenças entre os planos basta clicar aqui.

O MS Teams pode ser usado das seguintes formas, sendo necessário ter uma conta no Microsoft Teams ou ser assinante do Microsoft 365:

  • Instalando o aplicativo no dispositivo no qual será usado. Há versões para PC (desktop), bem como para os dispositivos móveis (celulares e tablets) IOS e Android.
  • Usando a versão online, em que não há necessidade de instalação (usa-se o navegador). Mas atenção: aqui só funciona para computadores.

Entendam aqui o “ser usado” como “usufruir da ferramenta por completo” (seja na versão grátis ou paga). Como veremos adiante neste curso, uma pessoa pode participar de reuniões no Teams sem uma conta Teams ou Microsoft 365, bastando clicar no link da reunião.

O TJ SP usa a versão paga do Microsoft Teams para gerir suas audiências. Já as partes (advogados, réus, autores) conseguem participar das audiências apenas clicando no link da reunião, sem a necessidade de ter conta no Teams ou instalado o programa. Mas, se desejarem, podem também participar das audiências usando o Teams (com ou sem instalação).

Quando você faz uma conta no Teams para uma organização você se torna membro com função de administrador e, consequentemente, terá poder total (não compensa maiores explicações sobre isso neste curso, pois o foco é o uso comum da ferramenta). O administrador pode convidar pessoas (os colaboradores da organização) para se tornarem membros e deixar que os próprios membros também façam convites para outras pessoas se tornarem membros. Ser membro é requisito para usar a grande maioria dos recursos dentro do Teams da organização – uma famosa exceção, repito, fica por conta da participação em reuniões: qualquer pessoa de posse do link poderá participar.

3. Principais recursos do MS Teams

Abaixo, o Teams aberto em umas de seus principais recursos.

Tela Inicial Teams

ATENÇÃO: É importante ressaltar que muitos dos recursos do Teams parecem se repetir em várias seções do aplicativo. Por exemplo, você pode iniciar uma conversa via Chat ou via Postagens em Canal de uma Equipe. Pode também iniciar uma chamada de vídeo pelo Chat ou pela aba Chamadas ou ainda pela aba Reunir/Calendário. Pode editar um arquivo em conjunto com outras pessoas pela aba Arquivos ou dentro de uma conversa em um Canal. E por aí vai. Tenham em mente que o Teams é focado em colaboração entre pessoas, então é natural que haja essa “redundância” em alguns casos. Isso talvez possa gerar um pouco de confusão, mas tentarei facilitar o entendimento passando detalhadamente pelos principais recursos. Mas, antes, vamos dar um panorama geral das seções que ficam na barra lateral esquerda:

Aqui você verá menções, respostas e outras notificações direcionadas a você ou algo que você participe. É o famoso feed.

Aqui você terá os chats, individuais ou em grupo.
Aqui você fará a gestão das equipes e canais.
Aqui você fará a gestão das reuniões, podendo iniciar uma reunião ou agendar. Atenção: na versão paga esta aba se chama Calendário (ver item 3.3 deste curso) e possui mais recursos.
Aqui você poderá fazer chamadas (áudio e vídeo), fazer chamadas para telefones fixos e móveis (desde que esteja ativada) e gerir seus contatos.
Aqui você fará a gestão dos arquivos que as equipes estão trabalhando.

Aqui você poderá adicionar mais aplicativos na barra lateral para tê-los sempre à mão.

Aqui você terá acesso ao suporte e tutoriais do Teams.
Aqui você tem acesso a um QR Code para baixar o aplicativo para dispositivos móveis.

3.1 Chats

A Microsoft diz que “o chat está no centro de tudo o que é feito no Teams“. De fato, a importância de tal recurso é tanta que ele substitui o e-mail (sim, não há ferramenta de e-mails no Teams – o que há é, de maneira bem restrita, possibilidade de você acionar outro serviço como Outlook, Gmail etc.). Os chats são mas dinâmicos e possibilitam uma melhor interação da equipe e lembram muito os outros chats que estamos acostumados a usar em diversos aplicativos. A grande diferença é que no Teams os Chats são mais organizados e possibilitam muito mais integração entre os participantes e seu trabalho.

Os chats podem ser individuais ou em grupo. O processo de criação dos chats é o mesmo para os dois casos, sendo a única diferença o número de pessoas que você adiciona na conversa.

Para começar um chat o processo é o seguinte.

1. Clicar em Chats \to Novo Chat e Selecionar o nome das pessoas ou grupos.

Novo Chat

2. Escrever sua mensagem.

Repare que todo o histórico de mensagens pode ser acessado pela barra lateral esquerda e, caso deseje, continuar as conversas:

No caso de chats com mais de um participante, o MS Teams nos dá a possibilidade de dar um nome aquele grupo e assim você poder referenciá-lo em novas conversas (ao invés de ter de colocar cada pessoa novamente).

Veja que depois de eu ter criado o grupo, é possível fazer referência a ele no campo de destinatários:

É possível, ainda, adicionar pessoas a conversas já existentes (mantendo ou não o histórico anterior das conversas) por meio do botão  que fica no canto superior direito de cada chat.

Agora podemos falar da comunicação em si dentro do Chat. Você poderá basicamente se comunicar com os demais membros de duas formas distintas:

  1. Mensagens por texto e variações (arquivos, emojis etc.); e
  2. Chamada de voz e/ou vídeo.

Abaixo, falaremos de cada uma com mais detalhes.

1. A comunicação mais “corriqueira” é por meio de mensagens que incluem textos (que podem ser formatados), arquivos, links, emojis, adesivos e GIFs. Além disso, há um recurso para definir a opção da entrega (botão em “formato de exclamação” em que é possível escolher entre padrão, importante e urgente e isso gerar ações para alertar os destinatários).

Outros recursos interessantes sobre as mensagens são os seguintes (acessados clicando sobre a mensagem em “…”):

  • Editar ou deletar uma mensagem enviada (esta opção só é permitida para suas próprias mensagens).
  • Salvar mensagem.
  • Marcar mensagem como não lida.

2. Chamadas por voz e/ou vídeo: apesar de possuírem botões separados, são basicamente o mesmo recurso, residindo a diferença no simples fato de haver vídeo ou não na ligação. E isso pode ser alternado durante a chamada (ligando ou desligando a câmera). Para fazer uma chamada dentro de um Chat basta acessar o conjunto de botões que ficam na parte superior direita da tela:

Abrirá uma tela com os recursos padrões deste tipo de serviço. As pessoas que poderão participar dessa chamada são as mesmas que se encontram naquele chat. A qualquer momento a chamada pode ser encerrada. Esta tela é a mesma em qualquer outra seção do Teams em que seja possível realizar chamadas (e como veremos não são poucas, rs!), como por exemplo na aba Reuniões/Calendário.

Os principais recursos que temos em uma chamada são:

  • Ver Chat.
  • Enviar emoticons e “erguer a mão”.
  • Ligar/Desligar vídeo
  • Ligar/Deligar (mudo) microfone.
  • Compartilhar conteúdo (ex. Tela ou janelas).
  • Gravar chamada (fica no botão “…”). Só acessível para planos pagos e será melhor explicado na seção 3.3 Calendário.

3.2 Equipes

Temos que ter em mente dois conceitos importantes aqui: Equipes e Canais. Vou me valer da definição fornecida pela Microsoft inicialmente:

Uma equipe é um grupo de pessoas reunidas para realizar uma tarefa importante em sua organização. Às vezes, ela engloba toda a organização.

As equipes são formadas por canais, que são as conversas que você tem com seus colegas. Cada canal é dedicado a um tópico, departamento ou projeto específico.

Vou tentar ser mais claro. Há uma organização que pode ser dividida em equipes e estas podem ser divididas em canais. Vejamos uma explicação mais prática para facilitar o entendimento.

  • Organização: Tec Concursos – composta de todos os seus colaboradores (membros).
  • Equipes: podemos ter Gestores, Professores, Coordenação, TI entre outros – é, geralmente, um subconjunto de membros da organização.
  • Canais: cada equipe possui um ou mais canais. Por exemplo, a equipe de Professores podem ter os canais Geral, Direito e Exatas.

A organização é integrada por todos os colaboradores do Tec. Já as equipes podem ter todos os colaboradores ou parte deles. Se um determinado colaborador não consta em uma equipe, ele não a enxergará e, assim, não poderá participar de seus fluxos de trabalho.

A gestão das equipes é feito por membros com perfil de Proprietário na respectiva equipe. Isto pode ser definido equipe a equipe. Quem não possui tal perfil, não pode, por exemplo, adicionar ou editar membros da equipe. Para pesquisar e ingressar em equipes basta acessar o botão abaixo que fica na parte inferior esquerda da aba Equipes:

As equipes podem ser de dois tipos e isto é definido no momento de sua criação ou editadas depois de a equipe ser criada:

  • Privada: as pessoas precisam de permissão para ingressar. OU
  • Pública: qualquer pessoa na organização pode ingressar.

Já a gestão dos canais daquela equipe pode ser feita pelos próprios membros da equipe desde que configurado para isso (por padrão já vem habilitado).

A Microsoft diz sobre os canais:

Os canais são onde o trabalho é realizado de fato, onde as conversas de texto, áudio e vídeo abertas a toda a equipe acontecem, onde arquivos são compartilhados e onde aplicativos são adicionados.

O canal Geral é criado por padrão assim que a equipe é criada. Ele não pode ser excluído. Então toda equipe tem SEMPRE ao menos um canal.
O membro de uma determinada equipe tem acesso a TODOS os canais daquela equipe.

Os canais possuem três seções principais: Postagens, Arquivos e Aplicativos

As postagens são as conversas que ocorrem e ocorreram naquele canal. Já os arquivos concentram os arquivos referentes àquele canal e os aplicativos armazenam os aplicativos disponibilizados para uso dentro do canal (você pode adicionar ou remover aplicativos a qualquer momento na guia por meio do botão “+”).

As postagens são em muito semelhantes às “conversas” que temos na aba Chat, já que há muitos recursos em comum.

Mas há duas diferenças primordiais: enquanto as conversas do canal são públicas (para as pessoas daquela equipe), os chats são abertos apenas para seus participantes (você e outra pessoa ou um grupo de pessoas). Além disso, nas postagens toda a conversa fica encadeada no post inicial. Pense nas postagens como um Fórum e o chat como uma espécie Whatsapp.

Não confundam:
  • Grupos (guia Chat) com Equipes (guia Equipes).
  • Chat (guia Chat) com Postagens (guia Equipes).
Em alguns manuais, os termos “Grupos” e “Equipes” são usados como sinônimos, mas entendo ser imprópria tal terminologia. Grupos envolvem um chat com pessoas, independente de equipes (podem ou não estarem na mesma equipe). Você pode ter um chat com todas as pessoas da equipe, desde que as coloque neste chat. Já na postagem qualquer integrante da equipe pode participar, não há necessidade de adicionar participantes. Além disso, há o fato de que o termo “grupo” é uma figura lógica do produto Microsoft 365 (você pode, por exemplo, criar equipes a partir de grupos que você já tenha no Microsoft 365).
Já o segundo ponto (chat x postagens) causa ainda mais confusão, pois, em tese, tudo é “conversa”. O Teams usa a nomenclatura Chat para a aba Chat (“Novo Chat”) e Conversa para a aba Equipes (“Nova Conversa”). Mas vejam que o próprio TJSP, em seu tutorial fornecido para os usuários, e algumas páginas de ajuda do próprio Teams usam o termo “conversa” para ambas as situações:

Por fim, você pode realizar vídeo chamadas dentro de um canal ou dentro de uma postagem específica usando o recurso “Reunir”.

Na versão paga, você pode agendar reuniões no canal (há um botão adicional ao lado do REUNIR). O integrantes daquele equipe poderão ingressar por meio de botão específico dentro do canal.

3.3 Reuniões ou Calendário

Antes de explicarmos esse recurso é interessante notar que na versão gratuita de trabalho do MS Teams o recurso se chama Reuniões. Já na versão paga esta guia se chama Calendário.

As reuniões são basicamente vídeo chamadas com todos os recursos que o Teams oferece e já citamos. As reuniões podem ocorrer em várias seções do aplicativo (canais, chats, calendário etc.). A guia Reuniões/Calendário tem como maior diferencial o agendamento das reuniões.

Versão gratuita (reuniões) Versão paga (calendário)

A principal diferença entre esses dois recursos é que na versão paga você tem acesso a um calendário para gerenciar melhor suas reuniões e tarefas e o recurso de agendamento possui mais customização.

Versão gratuita Versão paga

Basicamente, temos aqui duas opções:

As duas opções acionam o mesmo recurso: uma sala de reuniões virtual com recursos (áudio, vídeo, texto, compartilhamento de telas etc.). A única diferença é que na primeira opção a reunião ocorre instantaneamente; já na segunda opção você pode agendar uma reunião para uma certa data, podendo definir, entre outros, dia, hora, canal e participantes.

ATENÇÃO: o calendário no Teams está conectado ao seu calendário do Exchange. Em outras palavras, ao agendar uma reunião no Outlook, ela aparecerá no Teams e vice-versa.

As reuniões, depois de criadas, constam no calendário para serem acessadas ou, se for o caso, editadas.

Para acessar a reunião há várias formas. Eis algumas:

  • Clicar sobre o seu registro no calendário; ou
  • Ter acesso ao link gerado pelo Teams (esta opção é usada para pessoas de fora da organização poderem participar do evento); ou
  • Clicar em ingressar no canal se for uma reunião dentro de um canal; ou
  • Clicar em ingressar no chat se for uma reunião dentro de um chat.

Nas reuniões, no Teams, há três funções para as pessoas e estas funções determinam alguns dos recursos e ações que poderão ser realizadas:

  • Organizador: é quem criou a reunião. O organizador também possui a função apresentador.
  • Apresentador: pode fazer praticamente tudo em uma reunião.
  • Participante: possui recursos restritos na reunião.

Na tabela abaixo, temos os recursos que cada função tem acesso:

Funções na reunião

É interessante notar que as funções de apresentador e participante podem ser exercidas por pessoas da mesma organização ou por pessoas externas, chamadas de convidados – neste caso há restrições de uso de ferramentas da reunião mesmo que o convidado seja apresentador. No exemplo abaixo, o convidado Hugo foi colocado como apresentador.

Um recurso muito importante é a gravação das reuniões (seja em chat, seja em canal ou uma reunião qualquer) para uso posterior.

Toda reunião pode ser gravada para capturar atividades de compartilhamento de áudio, vídeo e tela. A gravação acontece na nuvem e é salva para que você possa compartilhá-la com segurança em toda a sua organização.

Mas há alguns requisitos para que tal opção esteja disponível (guardem isso!).

  • Estar usando a versão paga, ou seja, usuários grátis não conseguem gravar a reunião.
  • Ser organizador ou apresentador da reunião. Participantes não conseguem gravar.
  • Ser da mesma organização, ou seja, convidados não conseguem gravar uma reunião mesmo que estejam com a função de apresentador.
  • Outra pessoa habilitada a gravar a reunião não esteja gravando. Segundo a Microsoft “você não pode fazer várias gravações da mesma reunião ao mesmo tempo. Se uma pessoa começar a gravar uma reunião, essa gravação será armazenada na nuvem e estará disponível para todos os participantes.”.
Para gravar uma reunião basta, desde que atendidos os requisitos acima, na tela da reunião acionar o botão “…” e clicar em INICIAR GRAVAÇÃO.

Quando a gravação de uma reunião é iniciada, o Teams mostra uma notificação a todos os participantes.

Para quem está gravando:

Para os demais participantes:
A gravação pode ser parada a qualquer momento pelo mesmo botão que inicia a gravação:

3.4 Chamadas

Sobre este recurso a Microsoft diz o seguinte:

As chamadas são uma maneira rápida de se conectar Teams. Você pode ter chamadas ou chamadas um-a-um com várias pessoas. Você pode defini-los com antecedência como uma reunião ou in-locar em tempo real durante um chat (por exemplo).

Embora as reuniões sejam uma ótima maneira de colaborar no Teams, as chamadas podem ser uma maneira mais direta de se conectar para concluir tarefas específicas ou para obter perguntas respondidas rapidamente.

Eis a tela desta seção:

Percebam que é mais um lugar para realização de chamadas. Veja:

  • Você pode fazer uma chamada em chat para as pessoas que estão naquela conversa.
  • Você pode fazer uma chamada para as pessoas que estão em determinado canal.
  • Você pode fazer uma chamada para uma pessoa ou grupo dentro da aba Chamadas.
  • Você pode fazer uma chamada com uma ou mais pessoas por meio da Aba Calendário.
  • Você pode fazer uma chamada para uma pessoa clicando sobre seu perfil.
  • e por aí vai…

O grande diferencial desta seção é que ela permite que sejam criados contatos com base em nº de telefone (fixo e móvel) e, obviamente, seja possível a ligação para eles – desde que você tenha um plano de chamadas contratado (custo à parte). E também há recursos de gestão de contatos similar a agenda de telefones e caixa postal.

A criação de grupos aqui nada tem a ver com os grupos que aprendemos a criar na aba Chats. Na aba Chamadas os grupos são coleções de contatos, enquanto que no Chat são os participantes daquela conversa.

3.5 Arquivos

Nesta seção temos um repositório centralizado de todos os arquivos inseridos no Teams.

Você pode subir arquivos para serem usados no Teams por upload direto nesta seção. Desta forma, os arquivos ficam no grupo “Armazenamento na Nuvem” que no meu caso é o One Drive ou, caso você tenha configurado, nas pastas Dropbox ou Google Drive.

Mas existe, também, a hipótese se enviar arquivos por meio de canais ou chats diretamente nas mensagens ou pelas guias na parte superior de cada recurso. Abaixo, um print da primeira forma:

Há uma diferença técnica de armazenamento dos arquivos a depender da forma de compartilhamento:

  • Os arquivos que você carrega em um canal são armazenados na pasta do SharePoint (um outro produto da Microsoft) da sua equipe. Esses arquivos estão disponíveis na guia Arquivos na parte superior de cada canal.
  • Os arquivos carregados em um chat são armazenados em sua pasta do OneDrive for Business e compartilhados apenas com as pessoas nessa conversa. Elas estão disponíveis na guia Arquivos na parte superior de um chat.

Os arquivos podem ser editados online, em conjunto pelos participantes da equipe ou chat. Por exemplo, veja este caso de um arquivo Word colocado em um canal.

Qualquer pessoa neste canal poderá abrir o arquivo dentro do Teams e editá-lo no Word. Veja que o Teams “incorpora” o editor de textos:

Essa edição também seria possível pela própria aba Arquivos, bem como via link gerado pelo Teams.

Editar arquivos em conjunto, de maneira colaborativa, é muito prático no Teams e isso é possível para vários outros aplicativos como Excel (editor de planilhas), Powerpoint (editor de apresentações), One Note (editor de anotações) etc.

Resumindo: arquivos podem ficar dentro de chats, dentro de canais, em reuniões finalizadas e, obviamente, na aba Arquivos. Você pode até colocar ele em guias nos canais e chats se quiser dar mais evidência e acessibilidade.

3.6 Aplicativos

Segundo a Microsoft:

Os aplicativos permitem que você faça mais no Teams. Pense nas ferramentas, arquivos e painéis que sua organização já usa. Muitos deles podem ser adicionados direto ao Teams. E você pode encontrar novos indo para Aplicativos .

A ideia aqui é similar ao recurso de Arquivos. Se há aplicativos que são úteis na rotina da equipe é interessante tê-los sempre à mão. Você pode afixar aplicativos na barra lateral esquerda do Teams, bem como colocá-los como guias em Canais e Chats. Veja o exemplo abaixo, em que eu coloquei o aplicativo do One Note em uma guia de um chat em grupo.

Há diversos aplicativos que não são da Microsoft e possuem integração com o Teams como o Trello, o Evernote, CorelDraw entre outros.

3.7 Demais recursos

Por fim, listo alguns recursos do Teams que é importante conhecermos.

Botões de navegação: ficam na parte superior esquerda e permitem navegar entre os recursos acessados.

Barra de Pesquisa: fica na parte superior central do aplicativo. Pode ser usado para pesquisar equipes, aplicativos, canais, chats entre outros.

Com o comando CTRL + F (localizar), nas abas de Chat e Equipes/Canais, esse recurso passa a levar em consideração o contexto no qual o usuário se encontra para se buscar conteúdo ali dentro. Por exemplo: se você estiver dentro de um canal e aperta CTRL + F as pesquisas serão feitas em mensagens dentro do canal e não no Teams todo.

Marcar usuário (mencionar): como é comum em aplicativos de comunicação é possível mencionar um usuário em um chat ou canal. Basta digitar @ antes de seu nome e, em seguida, selecioná-la no menu que aparece.

Status: também chamado de presença, indica a disponibilidade e o status atual do usuário para outros usuários do Teams. É representado por um pequeno ponto colorido no perfil:

Abaixo os status possíveis no Teams:

4. Teclas de Atalho

Abaixo, transcrevo teclas de atalhos retiradas da ajuda do próprio MS Teams, em sua versão paga e na configuração padrão.

As teclas de atalho listadas acima foram retiradas do próprio Teams por meio do comando CTRL + “ponto”. São as mesmas do site da Microsoft (clique aqui para conferir). Mas é importante ressaltar que os atalhos de navegação podem mudar caso sejam alteradas a ordem dos ícones do menu lateral. Se você clicar sobre quaisquer dos botões e arrastar, é possível mudar a posição dos recursos e, consequentemente, a ordem de suas teclas de atalho. Vejam este exemplo:
No caso acima, a aba Atividade, que na configuração padrão, tem como tecla de atalho CTRL + 1, passaria a ter como atalho CTRL + 2. Já o Chat que tem atalho CTRL + 2 passaria a ser acessado pela combinação CTRL + 1. A Microsoft explica neste linha o seguinte:
Observação: Se você estiver usando a configuração de barra de aplicativo padrão no aplicativo da área de trabalho do Microsoft Teams, use os comandos na tabela a seguir. Se você tiver alterado a ordem de seus aplicativos ou adicionado aplicativos adicionais, o comando dependerá da ordem sequencial do aplicativo na barra de aplicativos. Por exemplo, se você moveu o Calendário para a parte superior da barra do aplicativo, pressione Ctrl + 1 para abri-lo, não CTRL + 4. 

Chegamos ao fim do curso de Teams. É impossível esgotar o assunto em um curso escrito, caso contrário seria um extenso tutorial, mas tentei dar uma boa visão geral e passar com detalhes nos principais recursos. Para completar o estudo fazer questões é essencial. Sabendo disso, abaixo, segue um caderno com 30 questões inéditas no estilo VUNESP elaboradas por mim.

QUESTÕES DE TEAMS PARA ESCREVENTE DO TJSP

Forte Abraço!

Thiago Signoretti

Bacharel em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI). Exerceu as atividades de consultor de TI na empresa PriceWaterhouseCoopers (2005 a 2007) e Técnico Federal de Controle Externo no Tribunal de Contas da União (2008 a 2019). É sócio-fundador do Tec Concursos e, atualmente, trabalha exclusivamente na gestão da empresa.