Mapas Mentais — Os Maiores Aliados Do Concurseiro

Por: Redação Tec Concursos

Mapas Mentais — Os Maiores Aliados Do Concurseiro

Você precisa de uma técnica de revisão de conteúdo matadora? Fazer mapas mentais pode ser a solução certa para você. Estudantes com memória visual mais aguçada podem se beneficiar muito deste recurso.

Em sua trajetória de estudos para concurso público você vai se deparar com muito conteúdo. Para se organizar em meio a tudo isso, veja a melhor forma de construir o seu mapa!

Faça você mesmo seus mapas mentais

É importante ressaltar que os mapas mentais são um recurso muito útil, mas é uma ferramenta para relembrar conteúdos já compreendidos. Ou seja, é uma etapa que vem depois de muito estudo e de revisões por meio de resumos ou outros recursos.

Isso porque o conteúdo de uma mapa mental deve ser muito sucinto, contendo muitas vezes apenas palavras-chave de uma matéria. Por este motivo, só construa o seu mapa após conhecer determinado conteúdo, ter feito revisões e treinado com provas anteriores.

Se você já está neste estágio, confira como criar sua própria ferramenta de revisão rápida:

1. Defina um título

Como tratamos antes, o mapa mental só funciona se for associado a conceitos que você já conhece bem, pois evoca a sua memória e evita a curva de esquecimento de conteúdos.

Por isso, primeiro assimile um assunto e utilize-o para ser o tema central de seu mapa mental. Esse será o assunto que você irá revisar. Um exemplo disso seria escolher o tema “Revolução Francesa”.

2. Faça ramificações dos temas principais

A partir do tema central, faça ramificações de assuntos importantes ou tópicos-chave. É ideal que cada “braço” que complementa a matéria central não tenha muitas palavras ou conteúdo. É essencial ser objetivo e ir direto ao ponto ao criar as divisões dos mapas mentais.

3. Associe ideias dos ramos principais

A partir de cada pequena divisão, escolha um conceito para elucidar aquele tópico. Você pode criar quantos braços achar melhor, porém, certifique-se de não carregar muito o seu mapa, afinal, a ideia é que ele seja breve.

4. Seja criativo e edite o seu material

Após ter construído o seu conteúdo em tópicos, você pode deixar a criatividade correr solta e fazer desenhos para elucidar ideias e conceitos. Se tiver memória mais visual, será ideal para ativar mais facilmente o que foi estudado.

Também não deixe os seus mapas mentais parados no tempo, modifique-os conforme a necessidade até ficarem do jeito perfeito para que você se lembre cada vez mais facilmente de um conteúdo.

O importante para sua estratégia de estudo é que esta revisão funcione. Então, trabalhe a sua individualidade! Se você perceber que os mapas mentais não trazem resultado para você, parta para outra técnica de estudos.

Gostou das dicas do Tec Concursos? Então acompanhe o nosso blog para mais estratégia para estruturar seus estudos!