Ferramentas de estudo

Por: Vítor Menezes

Dando continuidade à nossa série sobre preparação para concurso público, no vídeo de hoje falo um pouco sobre o uso das chamadas "ferramentas de estudo", tais como mapas mentais, flash cards, resumos, fichas, planilhas de estudo, diários de estudo e similares.
 
É comum que o concurseiro comece a utilizar estas ferramentas de forma massiva e mesmo assim tenha a sensação de não sair do lugar. Parece que fazemos resumos e mais resumos, preenchemos inúmeras planilhas de controle de estudos, fazemos anotações, elaboramos fichas, e mesmo assim o desempenho continua muito aquém do esperado. Então decidimos iniciar uma extensa bateria de revisões e mais revisões. Os estudos viram uma bola de neve, sensação de sufocamento, e nada parece funcionar.
 
Se isto te soar familiar, o vídeo abaixo é para você.
 
 
 

Vítor Menezes

Sócio-fundador do Tec Concursos. Professor de matemática, matemática financeira, estatística e lógica. Engenheiro eletrônico pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Dá aulas em cursos preparatórios para concursos públicos desde 2005. Classificado e aprovado nos concursos de Analista do MPU/2004, Agente e Escrivão da PF/2004, Auditor Fiscal do ICMS/MG/2004, Auditor Fiscal do ICMS/SP 2013 (Agente Fiscal de Rendas), Auditor Federal de Controle Externo do TCU 2006. Exerceu os cargos de Auditor Federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (período de 2006 a 2019) e Auditor Fiscal da Sefaz/MG (2005 a 2006).