Concurso TRT PB: saiu o EDITAL; vagas para Técnico e Analista

Por: Jaqueliny

Concurso TRT PB

O edital do concurso TRT PB foi publicado! A seleção pública do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª região oferta vagas imediatas e para cadastro de reserva.

Com oportunidades para os cargos Analista e Técnico Judiciário a remuneração inicial pode chegar até R$ 12,4 mil.

Acesse aqui o edital do concurso

Quer saber tudo sobre o assunto? Neste conteúdo você fica por dentro do panorama completo da seleção, como detalhes sobre os cargos, remuneração e muito mais. Navegue pelo índice abaixo!

Guia para o concurso TRT PB 2022

A equipe do Tec Concursos elaborou um Guia exclusivo para o concurso TRT PB com todas as informações resumidas sobre a seleção, além de uma análise geral dos concursos anteriores.

Os Guias do TEC são pacotes para editais, preparados por professores com questões, teoria e comentários. E sabe o que é ainda melhor? Eles estão prontos para o estudo e são focados no último edital publicado.

Concurso TRT PB: informações importantes

A princípio, esta seleção terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período, levando-se em conta a oportunidade e conveniência da Administração Pública.

Dito isso, vamos às datas importantes que constam no cronograma do edital. Confira!

Inscrição entre os dias: 22/8/2022 e 20/9/2022
Isenção: de 22/8/2022 a 24/8/2022
Pagamento da taxa: até 21/9/2022
Prova objetiva: 27/11/2022
Resultado final: a definir

Movimentações e linha do tempo

Você que está estudando para o concurso TRT PB certamente quer saber detalhes da seleção, por isso, logo a seguir confira todos os andamentos até o momento.

  • 16 de agosto de 2022: edital publicado.
  • 18 de julho de 2022: banca definida.

Como fazer a inscrição no concurso TRT PB 2022?

Os interessados devem fazer a inscrição entre os dias 22 de agosto a 20 de setembro de 2022 no site da Fundação Getulio Vargas (FGV), banca organizadora da seleção.

A taxa de inscrição é de R$ 75 (nível médio) e R$ 95 (nível superior), o boleto deve ser pago até o dia 21 de setembro de 2022.

No período entre os dias 22 a 24 de agosto, os inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e forem membros de família de baixa renda e doadores de medula poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição.

Cargos, vagas e remunerações

O concurso público oferta  vagas para os níveis médio e superior, conforme distribuição abaixo:

Cargo Vagas* CH Remuneração
Analista Judiciário – Área judiciária 1 + CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Área administrativa sem especialidade CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Arquiteto CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Estatística CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Tecnologia da Informação CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Biblioteconomia CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Contador CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Engenharia Elétrica CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Medicina CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Medicina Psiquiátrica CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Odontologia CR 40h R$ 12.455,30
Analista Judiciário – Serviço Social CR 40h R$ 12.455,30
Técnico Judiciário – área administrativa sem especialidade 2 + CR 40h R$ 7.591,37
Técnico Judiciário – Policial Judicial CR 40h R$ 7.591,37
Técnico Judiciário – Enfermagem CR 40h R$ 7.591,37
Técnico Judiciário – Técnico da Informação 1 + CR 40h R$ 7.591,37

*A distribuição de vagas está detalhada no edital de abertura do concurso.

Remuneração

As remunerações iniciais variam de R$ 7.591,37 a R$ 12.495,30. Confira na tabela abaixo a progressão:

Tabela remuneratória do TRT 13ª região

Benefícios

Estão previstos em lei os seguintes benefícios:

  • Auxílio-alimentação;
  • Assistência pré-escolar;
  • Auxílio-transporte;
  • Exames periódicos;
  • Assistência médica e odontológica.

Requisitos

Para concorrer aos cargos, os candidatos deverão ter os requisitos listados abaixo:

  • Analista Judiciário – Área judiciária: graduação em Direito;
  • Analista Judiciário – Área administrativa sem especialidade: curso de ensino superior, inclusive licenciatura plena;
  • Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal: graduação em direito;
  • Analista Judiciário – Arquiteto: graduação em arquitetura e registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo dos Esatdo e do DF;
  • Analista Judiciário – Estatística: graduação em Estatística e registro no Conselho Regional de Estatística;
  • Analista Judiciário – Tecnologia da Informação: curso de ensino superior na área de informática ou qualquer curso de ensino superior, acrescido de curso de pós graduação em informática;
  • Analista Judiciário – Biblioteconomia: graduação em Biblioteconomia e registro noonselho Regional de Biblioteconomia;
  • Analista Judiciário – Contador: graduação em Contabilidade e registro no Conselho Regional de Contabilidade;
  • Analista Judiciário – Engenharia Elétrica: graduação em Engenharia Elétrica e registro Conselho Regional de Engenharia e Agronomia dos Estados e do DF;
  • Analista Judiciário – Medicina: graduação em Medicina e registro no Conselho Regional de Medicina;
  • Analista Judiciário – Medicina Psiquiátrica: graduação em Medicina e pós-graduação em Psiquiatria e registro no Conselho Regional de Medicina;
  • Analista Judiciário – Odontologia: graduação em Odontologia e registro no Conselho Regional de Odontologia;
  • Analista Judiciário – Serviço Social: graduação em Serviço Social e registro no Conselho Regional de Serviço Social;
  • Técnico Judiciário – área administrativa sem especialidade: ensino médio;
  • Técnico Judiciário – Policial Judicial: ensino médio e carteira nacional de habilitação categoria “B” ou superior;
  • Técnico Judiciário – Enfermagem:ensino médio e curso técnico de enfermagem do trabalho; e
  • Técnico Judiciário – Técnico da Informação: e ensino médio acrescido de um curso de programação que tenha, no mínimo, 120 horas/aula.

Cargos vagos

O quantitativo de cargos vagos é um bom indicativo da possíveis vagas no próximo concurso público.

Segundo dados disponibilizados no portal da transparência, em julho de 2022, existem 188 vacâncias dos cargos de Técnico e Analista. Sendo:

  • 39 de Analista; e
  • 149 de técnico.

Edital TRT PB 2022: etapas

Se você chegou até aqui é porque tem interesse em saber mais sobre as etapas e fases desta seleção, correto? Sendo assim, vamos descrevê-las abaixo, conforme o cargo, acompanhe!

Etapa/Fase Descrição Caráter
Fase 1 Prova objetiva Eliminatório e classificatório
Fase 2 Prova escrita discursiva (para Analista) Eliminatório e classificatório
Fase 2 Prova de redação (para Técnico) Eliminatório e classificatório
Fase 3 Teste de Avaliação Física (Técnico Judiciário – Polícia Judicial) Eliminatório e classificatório

Prova objetiva

Na primeira etapa, você deverá resolver as 70 questões da prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, que serão distribuídas entre as disciplinas listadas abaixo:

Área Judiciária e Área Administrativa (sem especialidade)

  • Língua Portuguesa: 10 questões
  • Raciocínio Lógico Matemático: 10 questões
  • Atualidades: 5 questões

Conhecimentos Específicos

  • Analista Judiciário /Área judiciária: 45 questões
  • Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal: 45 questões
  • Analista Judiciário/Área Administrativa – Sem especialidade: 45 questões

Área Administrativa (com especialidade)

Conhecimentos básicos

  • Língua Portuguesa: 10 questões
  • Raciocínio Lógico Matemático: 10 questões
  • Atualidades: 5 questões
  • Legislação básica: 5 questões

Conhecimentos Específicos

  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Arquiteto: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Biblioteconomia: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Contabilidade: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Estatístico: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Tecnologia da Informação: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Engenharia Elétrica: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Medicina: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Medicina Psiquiátrica: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Odontologia: 40 questões
  • Analista Judiciário /Área Administrativa/Serviço Social: 40 questões

Técnico Judiciário

Conhecimentos básicos

  • Língua Portuguesa: 10 questões
  • Raciocínio Lógico Matemático: 10 questões
  • Atualidades: 5 questões
  • Legislação básica: 5 questões

Conhecimentos Específicos

  • Técnico Judiciário / Área Administrativa – sem especialidades: 30 questões
  • Técnico Judiciário / Área Administrativa / Tecnologia da informação: 30 questões
  • Técnico Judiciário / Área Administrativa / Enfermagem: 30 questões
  • Técnico Judiciário / Área Administrativa / Polícia Judicial: 30 questões

Por fim, fique de olho nas datas! A aplicação da prova objetiva está prevista para o dia 27 de novembro de 2022, no período das 8h às 12h30, horário de Brasília/DF. A etapa será aplicada nas cidades de João Pessoa e Campina Grande.

Estude de forma direcionada! A plataforma do TEC tem mais de 71 mil questões específicas para as provas elaboradas pela FGV.

Tem interesse no concurso, mas quer saber mais sobre as seleções anteriores? A gente conta!

Veja bem, o penúltimo edital do Tribunal de Justiça do Trabalho da Paraíba foi publicado em 2015.

No último edital do Tribunal Regional da 13ª região foram cobradas as seguintes questões:

Disciplinas cobradas no concurso do PB

Ter acesso a essas informações, especialmente antes do próximo edital ser publicado, é muito importante, pois possibilita a criação de um bom plano de estudos, além de potencializar seus resultados.

Estude de forma direcionada! A plataforma do TEC tem mais de  69 mil questões específicas para as provas da FGV.

Como estudar para concurso público?

Já deu para notar que a preparação para concursos começa muito antes do edital ser publicado, não é mesmo? Isso porque, as provas, muito provavelmente, não serão nada fáceis.

No entanto, é totalmente possível começar a estudar para concurso público de forma mais eficaz. Para isso, você deverá:

  1. defina um objetivo específico;
  2. monte um plano de estudos com base nos assuntos cobrados no edital;
  3. crie uma rotina, não apenas de estudos, mas para a sua vida;
  4. cuide da sua saúde física e mental;
  5. faça revisões periódicas;
  6. escolha boas ferramentas de apoio;
  7. estude por questões específicas para o concurso que você escolheu.

Por fim, uma orientação extra, mas muito relevante: não desanime!

Vítor Menezes, sócio-fundador do Tec Concursos, disse certa vez que concurso público é uma maratona, uma corrida. É uma competição de longo prazo onde você vai, um pouquinho todo dia, estudando devagar, mas de forma consistente.

Agora, se você quiser acelerar seus resultados, que tal estudar de uma forma um pouco diferente? Acompanhe!

Comece a estudar por questões de provas anteriores

Mencionamos no tópico anterior que estudar por questões é uma das formas de estudar que proporcionam maior eficácia, mas você sabia que essa é uma das melhores estratégias para aprender e reter o conteúdo estudado?

Isso acontece, pois o estudo reverso, como o método também é conhecido, potencializa o aprendizado e permite que ele seja metrificado. Ou seja, você consegue medir seu conhecimento em determinado conteúdo.

Além disso, ao estudar por questões de concursos é possível ter mais clareza sobre como a banca examinadora funciona e, consequentemente, melhorar seu desempenho na hora da prova. Dessa forma, ao monitorar e avaliar seu progresso, fica mais fácil ajustar a rota sempre que necessário.

Por fim, estudar por questões de provas anteriores costuma ser bem menos cansativo, uma vez que torna o aprendizado mais dinâmico, além de ser excelente para revisar conteúdos de forma rápida e eficiente.

Estude com o Tec Concursos

Direto ao ponto e sem rodeios. Com a plataforma do TEC você pode direcionar os estudos por banca, cargo, instituição e muito mais. E, o melhor, você pode começar estudando de graça!

Veja os benefícios da conta gratuita:

  • Resolva 15 questões por dia, com exceção de questões inéditas e adaptadas;
  • Leia três capítulos de teoria por dia;
  • Participe da comunidade;
  • Baixe editais, provas e gabaritos; e
  • Crie caderno de questões.

A ferramenta do Tec Concursos possui mais de 2 milhões de questões cadastradas, além de aulas teóricas com conteúdos atualizados, que já auxiliaram milhares de concurseiros em aprovações.

Não perca nenhuma oportunidade!

A lista de concursos abertos no Brasil está em constante atualização. Isso acontece pois os editais são publicados de acordo com a necessidade dos órgãos e disponibilidade orçamentária. Veja também quais são os concursos previstos para 2022 e inicie agora mesmo a sua preparação.

Resumo do concurso TRT PB

Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (TRT/PB)
Situação atual Edital publicado
Vagas 4 mais cadastro de reserva
Cargos Técnico e Analista
Escolaridade Nível médio e superior
Remuneração R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30
Banca FGV
Inscrição de 22/8/2022 e 20/9/2022
Taxa R$ 75 a R$ 95
Prova 27/11/2022
Edital 2022 Edital de Técnico e Analista do TRT PB

Crie sua conta e estude de graça

CRIE SUA CONTA E ESTUDE DE GRAÇA

Jaqueliny

Graduação em comunicação social com habilitação em Jornalismo. Cursando pós-graduação em Marketing, Branding e Growth pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).