Concurso TJ SP: provas em março; Confira o andamento!

Por: Bruna

Concurso TJ SP

Atenção, futuros escreventes ! O edital de convocação para a prova prática do concurso TJ SP está publicado. A avaliação aconteceu nos dias 05 e 06 de março de 2022.

Já para os aspirantes ao cargo de Assistente Social, a prova objetiva foi realizada no dia 6 de março de 2022.

Quer saber tudo sobre o assunto? Neste conteúdo você fica por dentro do panorama completo da seleção. Saiba detalhes sobre os cargos, remuneração e muito mais. Navegue pelo índice abaixo!

Informações sobre o edital:

Detalhes da instituição:

Outras informações relevantes:

Guia para o concurso TJ SP

A equipe do TEC Concursos elaborou um Guia exclusivo para o concurso TJ SP. Com ele, é possível conferir cadernos de questões específicas para os cargos e ter acesso a todas as informações resumidas sobre a seleção do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

O que você vai encontrar no material?

  • Uma análise geral dos concursos anteriores
  • Cadernos por matéria
  • Informações resumidas sobre o edital
  • Edital verticalizado e muito mais.

Acesse o material abaixo:

Concurso TJ SP: informações importantes

As provas práticas do concurso TJ SP para o cargo de Escrevente foram aplicadas nos dias 05 e 06 de março de 2022. Já para o cargo de Assistente Social, a prova objetiva foi realizada no dia 6 de março de 2022.

Movimentações e linha do tempo

Você que está estudando para o concurso TJ SP certamente quer saber detalhes da seleção, por isso, logo a seguir confira todos os andamentos até o momento.

Assistente Social

  • 06 de março de 2022: prova objetiva.
  • 10 de novembro de 2021: edital publicado.

Escrevente

  • 23 de fevereiro de 2022: convocação para a prova prática – 1ª RAJ.
  • 31 de outubro de 2022: prova objetiva.
  • 29 de fevereiro de 2022: edital publicado.

Cargos, vagas e remunerações

Para a última seleção foram ofertadas 1.042 vagas distribuídas entre os cargos de Assistente Social e Escrevente. Confira as atribuições e requisitos dos cargos!

Assistente Social Judiciário – 197

  • Requisito: ter concluído, até a data da posse, o curso de Ensino Superior em Serviço Social, em Instituição reconhecida pelo MEC, com diploma registrado no órgão competente.
  • Atribuições: proceder a avaliações sociais, elaborar e analisar laudos técnicos, pareceres, relatórios e outros  documentos relacionados aos processos judiciais e administrativos da área de suas competências, estabelecidas pelo Tribunal de Justiça, bem como o atendimento ao público interno segundo a orientação existente.
  • Remuneração: R$ 7.470,74

Escrevente Técnico Judiciário – 845

  • Requisito: certificado de conclusão ou diploma de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.
  • Atribuições: executar atividades relacionadas à organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do Tribunal de Justiça, dar andamento em processos judiciais e administrativos, atender ao público interno e externo, elaborar e conferir documentos, controlar a guarda do material de expediente, atualizar-se quanto à legislação pertinente à área de atuação e normas internas.
  • Remuneração: R$ 4.981,71

Saiba mais!

Concurso TJ SP: etapas da seleção

O Concurso foi dividido em duas etapas.

Para Assistente Social:

  • 1ª etapa:
    • prova objetiva com 70 questões; e
    • prova discursiva (estudo de caso)
  • 2ª etapa: prova de títulos

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de 5 horas foi composta de questões de múltipla escolha, com cinco alternativas cada uma.

As questões da prova objetiva foram distribuídas em blocos como segue:

  • Bloco I: Língua Portuguesa;
  • Bloco II: Conhecimentos em Direito;
  • Bloco III: Conhecimentos Gerais.

A prova discursiva (estudo de caso), de caráter eliminatório, visa avaliar o grau de conhecimento e a capacidade do candidato de expor com clareza, concisão, precisão, coerência e objetividade assuntos relacionados ao bom desempenho do cargo. O tema da prova discursiva (estudo de caso) será extraído do Bloco II – Conhecimentos Específicos, do Anexo III – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – do edital.

Já a Prova de Títulos, de caráter classificatório, será aplicada somente aos candidatos habilitados e com melhor classificação na prova objetiva, conforme disposto no item 1.1.4 do edital.

Para Escrevente:

  • 1ª etapa: prova objetiva com 100 questões
  • 2ª etapa: prova prática (Formatação e Digitação)

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de 5 horas foi composta de questões de múltipla escolha, com cinco alternativas cada uma.

As questões da prova objetiva foram distribuídas em blocos como segue:

  • Bloco I: Língua Portuguesa;
  • Bloco II: Conhecimentos em Direito;
  • Bloco III: Conhecimentos Gerais (atualidades, matemática, informática e raciocínio lógico).

A prova prática, de caráter eliminatório, buscará aferir o conhecimento e habilidades do candidato, utilizando o  editor de texto em microcomputador do tipo PC, em ambiente gráfico Microsoft Windows. Será considerado APROVADO o candidato que obtiver nota igual ou superior a 5 pontos na prova prática.

Tudo sobre o Tribunal de Justiça de São Paulo

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo tem como missão resolver conflitos da Sociedade, no âmbito de sua competência, para preservação dos direitos, por meio do julgamento de processos ou de métodos adequados.

É considerado, de acordo com dados do relatório “Justiça em Números 2020”, produzido pelo Conselho Nacional de Justiça, o maior tribunal do mundo em volume de processos. Consequentemente, é o tribunal com a maior força de trabalho: 2,5 mil magistrados e aproximadamente 40 mil servidores, em 320 comarcas do Estado.

Não perca nenhuma oportunidade:

Como estudar para concurso público?

A preparação para concursos começa muito antes do edital ser publicado. Isso porque, as provas, muito provavelmente, não serão nada fáceis.

No entanto, é totalmente possível começar a estudar para concurso público de forma mais eficaz. Para isso, montar um plano de estudos com base nas seleções anteriores pode funcionar muito bem. Para isso:

  1. defina um objetivo;
  2. monte um plano de estudos;
  3. crie uma rotina;
  4. faça revisões periódicas;
  5. estude por questões de concursos.

Por fim, não desanime!

“Concurso público é uma maratona, uma corrida. É uma competição de longo prazo onde você vai, um pouquinho todo dia, estudando devagar, mas de forma consistente.” Vítor Menezes, sócio-fundador do Tec Concursos

Assine o TEC Concursos

A plataforma do TEC Concursos possui mais de 1,7 milhão de questões cadastradas, além de aulas teóricas com conteúdos atualizados que já auxiliaram concurseiros e concurseiras em aprovações.

Direto ao ponto e sem rodeios! Com a plataforma do TEC você pode direcionar os estudos para uma banca, um cargo, seleção de uma Instituição e muito mais.

E você pode começar estudando de graça. Veja os benefícios da conta gratuita:

  • Resolva 15 questões por dia, com exceção de questões inéditas e adaptadas;
  • Leia três capítulos de teoria por dia;
  • Participe da comunidade;
  • Baixe editais, provas e gabaritos; e
  • Crie caderno de questões.

Estude de forma direcionada! A plataforma possui mais de 104 mil questões específicas para as provas da banca Vunesp.

Resumo do concurso TJ SP

  • Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – TJ/SP
  • Ano de publicação do último edital: 2022
  • Vagas ofertadas: 1.042
  • Cargos e escolaridade:
    • Assistente Social Judiciário (nível superior)
    • Escrevente Técnico Judiciário (nível superior)
  • Remuneração: de R$ 4.981,71 a R$ 7.470,40
  • Banca organizadora: Fundação Vunesp
  • Veja aqui os últimos editais do TJ SP para os cargos de Assistente Social e Escrevente

ASSINE AQUI O TEC CONCURSOS

Bruna

Formação em marketing e considerável experiência em estratégia e produção de conteúdo direcionado aos segmentos de educação e desenvolvimento de carreira. Exerceu atividades de natureza técnico-administrativa como servidora pública no Governo do Estado de São Paulo e na Prefeitura de São Paulo entre os anos de 2008 e 2011. Dedica-se, atualmente, ao marketing.