A importância de resolver questões anteriores

Por: Paulo Venâncio

Um candidato que deseja obter a aprovação em um concurso público deve incluir na sua rotina de estudo uma ferramenta considerada, pelos especialistas e professores, como uma das mais importantes: a resolução de questões. Além de testar os seus conhecimentos, essa prática faz com que o concurseiro adquira uma maior familiaridade com o estilo adotado pela instituição responsável pela organização da seleção.
Outra vantagem de resolver muitas questões e provas anteriores é se sentir mais seguro no dia da avaliação e ter a “sorte” de encontrar as mesmas questões ou alternativas resolvidas anteriormente, uma vez que algumas bancas repetem os assuntos.
Diante desse contexto, a equipe do Tecconcursos saiu na frente.  Hoje, com esta super ferramenta, eu teria economizado alguns anos que trilhei como concurseiro.  Ao resolver uma questão eu sempre sentia falta de comentários de um professor experiente.  Eu ficava, às vezes, meia hora na fila para tirar dúvida com o professor ao final de uma aula de cursinho. Tempo este precioso para quem está correndo atrás do “prejuízo”.
Ademais, não basta resolver questões para lograr êxito em concursos. É necessário resolvê-las corretamente e com inteligência, analisando o porquê de os itens estarem corretos ou estarem errados.
Atualmente, a preços módicos, o Tec disponibiliza comentários pormenorizados de diversas questões que certamente irão ajudá-los a alcançar a tão sonhada vaga.

Pense nisso.

Um abraço e bons estudos.

Paulo Venâncio

Paulo Venâncio

Contabilidade geral Contabilidade de custos Análise de balanços Auditoria Currículo do Professor Paulo Venâncio é graduado em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), onde concluiu o curso de Intendência (administração e logística). Também é Bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade Estácio de Sá (aprovado no 2º exame de suficiência de 2011). Exerce atualmente o cargo de Fiscal de Rendas no Município do Rio de Janeiro. Obteve aprovações nos seguintes concursos: Escola Preparatória de Cadetes do Ar (1996); Academia da Força Aérea (AFA 1997); Escola Preparatória de Cadetes do Exército - EsPCEx (1997); Auditor Fiscal da Receita Estadual do Estado da Paraíba (2006); Auditor Fiscal do Município de SP(2007) e Fiscal de Rendas do Município do Rio de Janeiro - ISS/RJ (2010).