3 Modelos de Resumo Diferentes para Estudar para Concurso

Por: Redação Tec Concursos

3 Modelos de Resumo Diferentes para Estudar para Concurso

Se estudar já faz parte de sua rotina, você deve saber a importância dos resumos para seu processo de aprendizagem. Afinal, eles são uma ferramenta essencial para a recapitulação de conteúdo e memorização. Por isso, neste artigo, o Tec Concursos vai te mostrar alguns modelos de resumo para estudar.

Teste os formatos e adote o mais prático que ajude nos seus estudos para concurso público!

Como utilizar os modelos de resumo para estudar?

Antes de conhecer os modelos de resumo para estudar, é preciso saber algumas dicas para fazer um bom material. Afinal, seu objetivo é que ele seja um apoio para a memorização e aprendizado de um assunto, não é mesmo?

Porém, muitos estudantes ainda utilizam essa ferramenta como um cópia do que foi estudado, ou seja, fazem resumos muitos extensos e com muita informação sobre o tema.

Mas, se tudo já está anotado, por que o seu cérebro buscaria nos recantos de sua memória dados que ele pode ler no papel?

Lembre-se, a sua mente sempre deseja economizar energia, é seu papel ser um estudante ativo e exercitar a memória. Considerando isso, ao fazer seu resumo, lembre-se destas dicas rápidas:

  • antes de elaborá-lo, entenda e aprenda o assunto. Assim, vai absorver os pontos essenciais;
  • grife ou anote os conceitos mais relevantes e utilize palavras-chaves;
  • organize essas ideias registradas em um resumo final. Uma dica para hierarquizar os conceitos é imaginar como você explicaria o assunto à outra pessoa.

Principais formatos de resumo para estudar

Agora que já sabe algumas dicas de como fazer um resumo otimizado, veja alguns formatos que pode adotar:

Resumo tradicional

O resumo tradicional é um dos primeiros formatos que aprendemos. Geralmente consiste em anotações da matéria em texto corrido.

Se esse modelo funciona para você, não há nenhum problema em manter esse sistema! Você só precisa tomar cuidado com a extensão do resumo, conforme as dicas que demos acima.

Uma forma de contornar a falta de objetividade é fazer anotações em bulletpoints ou até mesmo esquemas de concatenação de ideias.

Método Cornell

Esse método não é muito popular no Brasil, mas é muito utilizado por estudantes internacionais. Ele é um modelo de ficha, que são divididas em três partes. Cada parte deve conter:

  1. ideias principais sobre um assunto;
  2. anotações gerais relacionadas (de maneira sucinta);
  3. perguntas e dúvidas, ou referências (capítulo em que leu o assunto, páginas, etc.);

Você pode fazer várias fichas, organizá-las por matéria e até mesmo encadernar para melhor organização.

Flashcards ou cartões de perguntas

Entre os modelos de resumo para estudar, esse é o que mais se assemelha a um jogo. Isso porque, para entender um tema, você deverá criar um esquema de perguntas e respostas que precisam ser anotados na frente e verso do card, respectivamente.

Assim, ao revisar, você lê a pergunta e tenta lembrar da solução sem olhar o verso. A ideia é que você revise com maior frequência os cartões que tiver mais dificuldade e, aos poucos, trabalhe a sua memória para lembrá-los.

Outra maneira de revisão (e uma das mais importantes!) é a resolução de provas anteriores. E se você deseja uma plataforma que facilite isso para você, o Tec Concursos está aqui para te ajudar.

Confira nossos serviços ou continue no blog para mais dicas de estudo!