Novos Recursos e Melhorias

Olá, Pessoal!

Cá estou eu para contar a vocês algumas novidades em nossa plataforma. É "chover no molhado" mas não custa relembrar nosso compromisso de sempre oferecer a melhor ferramenta e o conteúdo mais completo aos nossos clientes. Indo nesta linha, separei algumas das melhorias e recursos que implementamos nessa última versão do site (caso queira ir direto para algum tópico específico basta clicar em seu respectivo título).
 
 
Vamos lá...
 
No meu último artigo falando de outras melhorias no Tec (quem quiser conferir pode clicar aqui) um dos pontos tocados foi o aperfeiçoamento que fizemos no editor que o aluno usa para fazer postagens nos fóruns das questões. Demos mais opções de formatação e, também, facilitamos a usabilidade. Creio que isso deixa clara a importância que damos para a participação dos alunos em nosso sistema. E, para mostrar que realmente é um ponto que valorizamos, adicionamos mais uma opção: inserir imagens. 
 
Ou seja, agora o aluno pode colocar aquele esqueminha ou mapa mental maroto. Contamos com vocês, rs!
 
 
É muito comum, por exemplo, vermos vídeos do Youtube em outras páginas que não sejam do próprio Youtube. Você assiste o vídeo, mas fora da página original (no caso, você assiste na página que incorporou o vídeo). A gente aproveitou essa mesma ideia aqui. Já pensou em colocar um caderno de questões em sua página ou blog? Pois bem, agora é possível. 
 
Para fazer isso você acessar o caderno desejado na sua lista e clicar aqui:
 
 
Abrirá um modal em que você deve clicar em Incorporar. Com isso será gerado um código que deverá ser inserido em sua página:
 
 
Vamos ver na prática? O resultado consta abaixo:
 
 
 
É sempre importante saber o que é mais cobrado para o concurso que você está estudando. No Tec, já tínhamos um recurso que mostrava isso no índice do caderno, usando seguinte método de exibição:
 
Com ele, você consegue ver a participação (%) de cada matéria em seu caderno e, assim, analisar os tópicos que possuem mais chance de cair em sua prova. Pois bem, incluímos, também, um quarto método de ordenação das questões em seu caderno: por relevância! Tal método ordena, de forma decrescente, os tópicos mais cobrados. Dessa forma você pode fazer, de maneira prática e sequencial, as questões dos assuntos mais importantes para a sua prova.
 
 
 
Muitos alunos gostam de trabalhar com o mesmo caderno por muito tempo. Porém, nesse período, algumas coisas podem mudar e há a necessidade de ajustes (que extrapolam a simples atualização do caderno para incluir novas questões). Por exemplo, houve uma retificação do edital com alteração dos assuntos cobrados e há a necessidade de incluí-los em seu caderno. Antes, era necessário criar um novo caderno (usando o copiar filtros). Agora, você pode editar o mesmo caderno, podendo colocar ou excluir qualquer filtro. Para isso, basta acessar o seguinte recurso dentro do caderno:
 
Abrirá a tela com todos os filtros. É só ajustar e salvar!
 
 
Essa talvez seja a maior novidade dessa versão. Apesar da enorme base de questões que possuímos e ela ser atualizada diariamente há disciplinas que possuem um número bastante reduzido de questões. Geralmente, são questões que só são cobradas para determinado órgão. Como exemplo disso, podemos citar, entre outros:
 
  • Legislação Tributária dos Estados, DF e Municípios.
  • Estatuto dos Servidores dos Estados, DF e Municípios.
  • Normativos e regimentos internos de Tribunais e por aí vai.
 
Detalhando mais no primeiro caso citado acima para ficar mais claro. Se sai um concurso da SEFAZ DF ficamos presos, para termos questões para estudo, a concursos anteriores de tal órgão, pois, afinal, não faz muito sentido outros órgãos que não sejam a SEFAZ DF cobrarem este tipo de legislação (isso muito raramente ocorre). E aí que começa o problema. Só temos em nossa base uma única prova do fisco distrital (realizada em 2001 pela FCC). Além de ser uma prova bem antiga, o quantitativo de questões é muito pequeno para um estudo completo e eficiente. E a coisa complica ainda mais quando lembramos o fato de que a Legislação Tributária é a matéria mais importante do certame. O que fazer para resolver isso? Há duas saídas:
 
  • Adaptar questões de outras provas anteriores para o concurso desejado.
  • Inventar questões "do zero".

Como queremos resolver o problema de vez optamos por atacar nas duas frentes. Vamos adaptar questões de outros concursos quando cabível e, se necessário, inventar questões "do zero".

Entre as duas formas, entendemos que a melhor é a primeira (adaptar questões já existentes de provas anteriores). Embora na invenção das questões o professor tente emular o estilo da banca desejada, ainda há uma parcela de subjetividade (que varia de acordo com o professor autor da questão). Já no caso da questão adaptada, essa subjetividade é absurdamente minimizada, pois trabalha-se em cima de uma obra da banca que realmente caiu em prova e altera-se parâmetros mínimos. Voltando ao nosso exemplo da SEFAZ DF. Supondo que a banca seja a FCC podemos adaptar questões da SEFAZ GO e SEFAZ SC, que são recentes e foram organizados pela mesma banca. Percebem o "ouro" que isso vale para o estudo deste tipo de concurso? Mas que fique claro: a questão "inventada do zero" também tem muita utilidade para os estudos.

Bom, algumas peculiaridades desse novo recurso:
 
- Como sei que uma questão é adaptada ou inventada?
R: Na questão isso é sinalizado. Vejam na figura abaixo, com o detalhe de que, no caso das adaptadas, há ainda o link para questão original que serviu de base para adaptação.
 
Questão Adaptada
 
Questão Inédita
 
- Como encontro essas questões?
R: Como qualquer outra, mas com uma peculiaridade: a banca é a Tec. Os demais parâmetros seguem o "concurso" para qual preparamos as questões inéditas.
 
  • Ano: ano no qual foram feitas as questões. Até o fim deste ano, serão todas 2019.
  • Órgão e cargo: é o mesmo do cargo para qual fizemos as questões inéditas. Exemplo: lançamos 50 questões inéditas (8 adaptadas e 42 inventadas) para o concurso de soldado da PM SC. Elas estão associadas a este cargo. Claro que, por outras combinações de filtros a gente consegue também chegar a estas questões, mas quis dar o caminho mais direto possível.
 
- E se eu não quiser tais questões em meus estudos?
R: Simples. Basta retirá-las do seu caderno usando o seguinte filtro:
 
- Quem consegue estudar por esse tipo de questão no Tec?
R: Somente assinantes do Plano Avançado. Alunos do plano padrão até enxergam essas questões, mas não podem resolvê-las e não conseguem acessar o comentário do professor.
 
Por fim, ressalto que o projeto apenas começou e, por esta razão, ainda não temos uma grande quantidade de questões inéditas na base. Mas aguardem, rs!


É isso, concurseiros! Espero que tenham gostado das novidades. E, claro, em breve muita coisa nova!
 
Concurso público vale a pena! E para você ter mais chance de passar nos melhores concursos públicos do Brasil você deve se preparar com as melhores ferramentas do mercado. Esperamos que estejamos sempre entre elas. É nossa missão e batalhamos por isso diariamente.

Abraço a todos! Bons estudos!

Thiago Signoretti
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.