Concurso da CGE Piauí

NOTÍCIA DE CONCURSO
CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO DO PIAUÍ (CGE/PI)
AUDITOR GOVERNAMENTAL
 
EDITAL PUBLICADO!
Para os candidatos que almejam uma vaga de Auditor Governamental surge excelente oportunidade com a publicação do edital para o concurso público para o preenchimento de 10 vagas totais para o cargo de Auditor Governamental mais cadastro de reserva.
Aqui no TEC Concursos temos um curso específico para a sua preparação. São módulos das matérias constantes do edital, com teoria e/ou questões comentadas separadas conforme o edital, todas elas resolvidas pelos nossos professores.
 
 
DO CONCURSO
 
O Concurso Público visa ao preenchimento de 10 (dez) vagas imediatas e formação de cadastro de reserva para o cargo de Auditor Governamental da Controladoria-Geral do Estado do Piauí e será executado sob a responsabilidade da Banca Organizadora CESPE/UnB.
O Concurso terá prazo de validade de dois anos, contados da publicação do ato de homologação do resultado final, prorrogáveis por igual período.
 
DAS INSCRIÇÕES
 
As inscrições para o Concurso Público serão abertas no período de 20/10/2014 até 18/11/2014, somente via internet, no endereço eletrônico da Cespe/UnB.
 
O valor da taxa de inscrição é de R$ R$ 180,00 (Cento e Oitenta Reais).
 
DO CARGO
 
Ao Auditor Governamental compete a realização de auditorias, tomadas e prestações de contas e outros trabalhos correlatos e a elaboração dos respectivos relatórios, pareceres, certificados, notas técnicas e estudos, no exercício das atividades de coordenação do sistema de controle interno relacionadas à fiscalização e avaliação: dos sistemas contábil, financeiro, orçamentário, de pessoal e demais sistemas administrativos e operacionais, recomendando medidas necessárias para o saneamento de irregularidades, quando constatadas; do cumprimento das metas estabelecidas no Plano Plurianual e na Lei de Diretrizes Orçamentárias e a execução dos programas de Governo e dos orçamentos do Estado; da gestão orçamentária, financeira, operacional e patrimonial dos órgãos e entidades do Estado, da aplicação de subvenção e renúncia de receita, bem como da aplicação de recursos públicos por pessoas físicas e entidades de direito privado; das operações de crédito, avais, garantias, contragarantias, direitos e haveres do Estado; de quaisquer atos ou procedimentos dos quais resultem receitas ou realização de despesa para a Administração Estadual; da execução de contratos de gestão com órgãos públicos, empresas estatais, organizações não governamentais e empresas privadas prestadoras de serviço público concedido ou privatizado; da arrecadação e gestão das receitas, bem como sobre renúncias e incentivos fiscais; necessárias à apuração dos atos ou fatos inquinados de ilegalidade ou irregulares, praticados por agentes públicos ou privados, na utilização de recursos públicos relacionados à execução de planos ou programas de governo e à gestão de recursos públicos; da eficiência do controle interno e da racionalização dos gastos públicos; dos programas contemplados com recursos do orçamento do Estado, fomentando o controle social; de processos relativos à assunção de obrigações financeiras e à liberação de recursos; da destinação de recursos obtidos com a alienação de ativos, tendo em vista as restrições constitucionais e a legislação vigente; da adoção de medidas para o retorno da despesa total com pessoal aos limites estabelecidos em lei; de outras áreas correlatas, nos termos da legislação específica. Além de ministrar cursos, treinamentos e atividades afins, relacionados à sua área de atuação.
 
São requisitos para cada cargo:
 
CARGO 1: AUDITOR GOVERNAMENTAL – ÁREA: GERAL : Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis, Economia, Direito ou Administração, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
 
CARGO 2: AUDITOR GOVERNAMENTAL – ÁREA: ENGENHARIA: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Civil ou Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
 
CARGO 3: AUDITOR GOVERNAMENTAL – ÁREA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
 
REMUNERAÇÃO INICIAL
 
O Auditor Governamental possui vencimento no valor de R$ 10.930,06, acrescido de Gratificação de Auditoria Governamental no valor de R$ 2.000,00 e Indenização de Transporte no valor de R$ 2.000,00, totalizando o valor de R$ 14.930,06.
A Jornada de trabalho é de 30 horas semanais.
 
DA PROVA OBJETIVA
 
As provas objetivas terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 18/01/2015, no turno da manhã.
 
As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, valerão 240,00 pontos e abrangerão os objetos de avaliação constantes dos conteúdos programáticos do edital.
 
Cada prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item. Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.
 
 
DA PROVA DISCURSIVA
 
A prova discursiva terá a duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 18/01/2015, no turno da tarde.
A prova discursiva valerá um total de 60,00 pontos e consistirá de: a) um parecer técnico, de até 60 linhas, no valor de 40,00 pontos, acerca de problema prático relacionado com a matéria de conhecimento específico de cada cargo/área de acordo com os padrões de auditoria governamental; b) uma dissertação, de até 30 linhas, no valor de 20,00 pontos, acerca dos conhecimentos básicos.
A nota em cada item das provas objetivas de Conhecimentos Básicos (P1), feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 1,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 1,00 ponto negativo, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E).
 
A nota em cada item das provas objetivas de Conhecimentos Específicos (P2), feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 2,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 2,00 ponto negativo, caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E).
 
A nota em cada prova objetiva será igual à soma das notas obtidas em todos os itens que a compõem.
Por isso, inicie a sua preparação imediatamente aqui no TEC!
 
VEJA COMO TEC CONCURSOS TE AJUDA!
 
O TEC Concursos já conta com um curso específico para a sua preparação.
Saia na frente e faça parte do TEC CONCURSOS. Você vai encontrar os melhores Professores e os melhores materiais, tudo para a sua aprovação.
 
Deixe seu comentário:
Ocorreu um erro na requisição, tente executar a operação novamente.